Tags

Com o intuito de apresentar as ações relacionadas à garantia da segurança na cidade, representantes de diversas secretarias da Prefeitura de Sorocaba, da Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Polícia Federal, Polícia Ambiental, Polícia Rodoviária, Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar fizeram, na manhã desta terça-feira, uma reunião de trabalho do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M). O GGI-M foi criado pela lei municipal 9.030 de 2009.

De acordo com o Diretor de Área de Segurança Comunitária, Gilson Gonçalves Dias, no encontro foram apresentadas as ações realizadas no último trimestre. “Foi colocada a questão das vendas irregulares no Centro as apreensões de objetos que foram realizadas durante esse período”, conta.

Durante o encontro a Secretaria de Planejamento e Gestão (SPG) sugeriu que esses profissionais sejam informados, de modo efetivo, acerca da necessidade da formalização, que pode ser feita, inclusive, por meio do Espaço Empreendedor. O espaço público fica na Avenida Afonso Vergueiro, 1.927 – (15) 3229-2372 – e atende aos pequenos e microempreendedores que buscam regularizar sua situação e obter garantias, enquanto trabalhadores formais.

Também a parceria entre as Polícias Militar e Civil e a Guarda Municipal, foi objeto de pauta. O trabalho desenvolvido diariamente tem obtido resultados muito positivos com a apreensão, inclusive, de volumes consideráveis de entorpecentes. Uma parceria que tem dado certo porque que vem apoiada no objetivo de garantir a segurança da população. “Fizemos apreensão de drogas com o apoio da GCM”, diz o delegado Seccional de Polícia de Sorocaba, Marcelo Carriel.

O comandante do Policiamento do Interior (CPI/7), coronel Antônio Valdir Gonçalves Filho ainda apresentou o número de veículos furtados e roubados na região e comentou acerca da efetividade do serviço de monitoramento por meio da Muralha Eletrônica. Segundo Antonio Valdir, a ideia da instalação do sistema em outras cidades da região está sendo estimulada: “Estamos mostrando a outros municípios os resultados desse trabalho e fomentando a ideia da sua implementação”, afirma.

A Muralha Eletrônica é o sistema que identifica a placa de veículos furtados ou roubados quando passa por um dos radares ou sistema de câmeras instalados na cidade. Quando é identificado esse veículo as equipes mais próximas são acionadas.

Da parte da GCM, o comandante da corporação, Jefferson Klarosk trouxe os números da campanha “Cerol? Corta essa!”, reforçando que o trabalho comunitário de prevenção, de alerta e de monitoria nos espaços caraterísticos da prática de soltar pipas, surte efeito positivo. “Além de pipas, também apreendemos as linhas com cerol e aplicamos as multas que, para além do caráter punitivo, devem funcionar como mecanismo de atenção, de conscientização sobre o perigo do uso do cortante”, pontua.

Uma agenda de atuação para os próximos três meses também foi apresentada, visando a manutenção e o aumento da sensação de segurança da população e o combate à criminalidade. Ações que são realizadas sempre em conjunto. Nova reunião do GGI-M acontece no dia 13 de dezembro.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios