Tags

,

Atendendo solicitação da prefeita Jaqueline Coutinho, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba dá início na noite desta sexta-feira (27) ao trabalho de desinfecção das maiores unidades de saúde do município, incluindo as Unidades Pré Hospitalares (UPHs) das zonas Leste, Oeste e Norte e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Éden, ação que vai se estender pelos próximos sessenta dias.

Cada unidade integrante da programação receberá a desinfecção sempre a partir das 22h, com as aplicações sendo realizadas duas vezes por semana. Neste primeiro dia de trabalho a desinfecção ocorre nas UPHs Norte e Oeste e no sábado (28) na UPA Éden e UPH Leste.

Já a partir da próxima semana, às segundas-feiras o trabalho ocorre nas UPHs Norte e Oeste; às terças-feiras na UPA Éden e UPH Leste; nas quintas-feiras nas UPHs Norte e Oeste e às sextas-feiras na UPA Éden e UPH Leste.

“Agradeço à direção do Saae e aos seus servidores, que se prontificaram a colaborar nesse momento emergencial que estamos atravessando, quando a união e a colaboração de todos é fundamental para que enfrentemos a situação, juntando forças e logísticas para atravessarmos esse período com planejamento e eficiência, e consequentemente da forma menos traumática possível”, enfatiza a prefeita.

Jaqueline Coutinho lembra ainda que numa das diversas reuniões realizadas visando o enfrentamento ao novo coronavírus, tomou conhecimento de que o Saae utilizava em suas unidades o hipoclorito de sódio, substância que tem alto poder de desinfecção, e solicitou então à autarquia que verificasse a possibilidade de montar uma logística que possibilitasse a aplicação nas principais unidades de saúde da cidade.

“Habitualmente, as nossas unidades da área de esgoto, incluindo cinquenta estações elevatórias e sete de tratamento, passam por desinfecções por meio da aplicação do hipoclorito, para a segurança e preservação saúde dos nossos servidores. Apresentamos essa informação numa das reuniões com a prefeita, que entendeu ser uma ação oportuna e necessária, e desta forma nos dispusemos a colaborar e estabelecemos uma logística para que o trabalho seja desenvolvido”, explica o diretor-geral da autarquia, engenheiro Mauri Gião Pongitor.

Segurança e eficiência

Antecedendo o início da desinfecção das unidades de saúde, com a utilização do hipoclorito de sódio, o Saae/Sorocaba realizou diversos testes com o produto nos últimos dias, no interior do seu Centro Operacional, com o objetivo de definir um percentual de dosagem do produto que estabelecesse uma relação de eficiência e principalmente de segurança.

“Definimos a aplicação do hipoclorito no período da noite para que o seu efeito tenha uma duração prolongada, em função das temperaturas mais amenas, por se tratar de um produto que aumenta a sua volatilidade com o calor”, explica o biólogo e diretor de produção da autarquia, Reginaldo Schiavi.

Como se trata de um produto que pode corroer metais, a área de sua aplicação nas fachadas das UPHs e UPA não poderá ter a presença de veículos e de transeuntes, e desta forma o trabalho contará com a colaboração da Urbes – Trânsito e Transportes e de funcionários das unidades de saúde, no sentido de direcionar corretamente os usuários com segurança, durante o trabalho de aplicação do produto.

Fonte: Agência de Notícias Sorocaba