Tags

A Associação do Amor Inclusivo fica declarada de utilidade pública no âmbito do município de Sorocaba em conformidade com a legislação vigente que regulamenta a matéria.

É o que estabelece a Lei 12.135, de 29 de novembro de 2019, de autoria do vereador Wanderley Diogo (PRP), publicada nesta segunda-feira, 2, no Jornal do Município.

Na justificativa da lei, Wanderley Diogo afirma que a Associação do Amor Inclusivo é uma entidade beneficente, sem fins lucrativos, fundada em 2017, com o objetivo de atender crianças, jovens e adultos com deficiência auditiva, visual e com outras deficiências, visando sua inserção na sociedade e no mercado de trabalho.

O vereador salienta, ainda, que a entidade, mantida por trabalho voluntário, oferece um conjunto de serviços para pessoas com deficiência, como alfabetização em Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais, oficinas de Matemática, Informática, Corpo e Movimento, Arte-Educação, Pintura, Artesanato, Costura, Capoeira e Música.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba