Tags

A situação da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Éden é motivo de preocupação por parte do vereador João Donizeti Silvestre (PSDB), que apresentou requerimento na Câmara Municipal, já aprovado na sessão passada, em que solicita ao Executivo informações detalhadas a respeito da referida estação.

O parlamentar pediu destaque do requerimento e utilizou a tribuna para discuti-lo.

Observando que os problemas na ETA do Éden são recorrentes, João Donizeti lembra que, em 2014, com a forte seca que atingiu o Estado de São Paulo, o nível da Represa do Ferraz, que abastece a região, baixou quase dois metros, e chegou a 20 centímetros. “A situação fez com que o Saae adotasse, na época, um plano emergencial para captação de água em represamentos particulares e poços artesianos para garantir o abastecimento na região”, observa.

Em junho de 2017, a população do Éden voltou a ter problemas com o abastecimento de água. “Porém, dessa vez, a causa foi o excesso de chuvas, que provocou o transbordamento da Represa do Ferraz, inundando os prédios onde se localizam os sistemas de captação”, pontua o vereador, lembrando que o fornecimento de água foi interrompido por dias na época, assim como voltou a ser interrompido neste mês, em que a cidade enfrenta um sistema de rodízio de abastecimento.

João Donizeti ressalta que, em abril de 2018, após mais de uma década de problemas no fornecimento de água para a população do Éden, foi feito um investimento de R$15,6 milhões na modernização e ampliação do sistema de captação, adução e tratamento da ETA do Éden. “Mas o sistema ainda apresenta riscos, pois o assoreamento da Represa do Ferraz atinge grandes proporções”, alerta o vereador, que tem cobrado das autoridades competentes uma solução para os problemas dos mananciais, como a poluição, inclusive no entorno de Sorocaba.

Em seu requerimento, João Donizeti solicita informações ao Executivo sobre o número de residências/moradias e habitantes/famílias que são abastecidos e atendidos pela ETA do Éden. O vereador quer saber o número de estabelecimentos comerciais e industriais abastecidos pela referida estação. E, ao destacar o requerimento, o parlamentar também defendeu a valorização das nascentes e dos pequenos cursos d’água, como forma de combater a crise hídrica.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba