Tags

A partir de janeiro de 2020, cerca de 50 mil estudantes das redes de ensino municipal, estadual, particular e faculdades poderão utilizar um sistema mais eficiente e rápido para solicitar o Passe Estudante.

A Urbes – Trânsito e Transportes está implantando o Sistema Urbes Estudante, nova tecnologia que traz modernidade ao serviço prestado pela empresa pública, já que o cadastramento e recadastramento dos usuários que utilizam o passe estudante poderá ser feito pelo website da Urbes e via celular, através do aplicativo que estará disponível tanto na loja do Play Store (Android) quanto na loja da Apple (sistema IOs).

Com a implantação da novidade, vários processos para o cadastramento e recadastramento dos estudantes serão suprimidos, facilitando o dia a dia das escolas, do setor de atendimento da Urbes e, principalmente, dos próprios alunos. Mais de 515.000 deslocamentos dos estudantes ao ano, entre a secretaria da escola e os postos de vendas, não precisarão mais ser realizados.

Por conta da mudança, os estudantes ou seus responsáveis poderão, a partir de janeiro, realizar o cadastramento, acompanhar o pedido e receber orientações via web e APP da solicitação. Já as escolas podem confirmar a frequência dos alunos às aulas via computador e a Urbes confere se está tudo certo para a venda dos passes, de forma eletrônica.

Para esclarecer as mudanças aos usuários, a empresa responsável pela implantação do Sistema Urbes Estudante disponibilizará um tutorial que, no início de 2020, estará disponível no site da Urbes (urbes.com.br). O site também disponibilizará acesso ao sistema de cadastramento.

Redução de filas e papel

Antes, as escolas precisavam carimbar as cartelas de aquisição de passes dos alunos, mediante frequência nas aulas. Os alunos, por sua vez, precisavam apresentar a cartela mensalmente na secretaria escolar para serem carimbadas. Agora tudo passa a ser feito eletronicamente.

Por meio do Sistema Urbes Estudante os alunos ou seus responsáveis poderão acompanhar o status do cadastro e se a compra dos passes está liberada.

“O papel deixa de existir, já que tudo é feito de forma 100% eletrônica. A mudança também reduz as filas nos postos de venda dos passes instalados nos terminais e Casas do Cidadão, além de reduzir significativamente as fraudes”, explica Gilvana Bianchini, diretora Administrativa Financeira da Urbes.

Liberdade para comprar a quantidade desejada

Com a implantação do novo sistema de cadastramento e recadastramento, os estudantes também poderão comprar as passagens na quantidade que quiser, no limite de 50 créditos ao mês. Atualmente, o estudante só pode comprar uma única vez, limitado em até 50 passes. “Com a nova tecnologia, se ele quiser comprar um crédito por dia, pode”, esclarece Gilvana Bianchini. Em Sorocaba, estudantes têm 50% de desconto na tarifa e pagam R$ 2,70. O passe social custa R$ 4,40.

Treinamento para escolas

A Urbes já treinou seus funcionários que fazem o atendimento aos estudantes para utilizarem o novo sistema. E desde esta terça-feira (05) treina representantes das escolas municipais, estaduais e particulares para que se tornem multiplicadores do que aprenderão. Cerca de 400 entidades serão treinadas em turmas divididas em dois períodos, no Centro de Referência da Educação (CRE).

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias