Tags

O Procon-Sorocaba intensificou suas ações de monitoramento de preços praticados no comércio local sobre uma série de itens.

O objetivo da ação, iniciada no último dia 16, é ter referências e bases de comparativas com vistas à Black Friday, que acontece nos dias 28 e 29 de novembro.

A Black Friday foi criada nos Estados Unidos (EUA) e está entrando na sua 10º edição no Brasil.

Durante os dias da promoção os fiscais visitam lojas e estabelecimentos verificando todos os itens planilhados e, em caso de divergências dos preços, os estabelecimentos serão notificados e deverão prestar esclarecimentos. Caso, também, façam ampla publicidade de descontos e não cumpram com isso, as lojas poderão ser autuadas. O mesmo pode acontecer quando o preço for aumentado.

Segundo superintendente do Procon Sorocaba, Carlos Rocco, “a fiscalização verifica os preços, as condições de oferta, se parcelado, juros e informações claras sobre o produto, para que o consumidor não seja induzido a erro”, ressaltou.

Dentre os produtos monitorados estão 40 itens em cerca de 20 estabelecimentos físicos e virtuais. São fogões; geladeiras; lavadora de roupas; batedeiras; cafeteiras; TVs Smart, notebook e aparelhos celulares, dentre outros.

As reclamações ou denúncias podem ser registradas pelo aplicativo do Procon Sorocaba, pelos sites http://procon.sorocaba.sp.gov.br / ou http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/#/Home/Solicitacao, pessoalmente, as reclamações ou denúncias podem ser realizadas na sede do Procon Sorocaba, na Av. Antonio Carlos Comitre, 331, Campolim, das 08h às 17h, de segunda à sexta-feira. Nas Casas do Cidadão da Av. Ipanema, 3.439 e da rua Cel. Nogueira Padilha 1.460, com atendimento todos os dias da semana e, também, na Casa do Cidadão do Paço Municipal, Av. Eng. Carlos Reinaldo Mendes, 3.041, apenas às segundas-feiras. O consumidor ainda dispõe do telefone 151, sendo canal exclusivo para denúncias.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias