Tags

Três obras públicas constam como paralisadas em Sorocaba, segundo planilha divulgada pelo governo municipal em seu site oficial.

Um requerimento do vereador Péricles Régis (MDB) está questionando o prosseguimento das obras, que juntas totalizam R$ 1.270.421,72 em contratos.

O requerimento baseia-se em uma planilha divulgada no site da Prefeitura, dentro da seção de andamento de obras da Serpo (Secretaria de Conservação, Serviços e Obras).

Segundo a última atualização, as obras de Construção da Casa do Turista na região da Avenida Dom Aguirre, o restauro do Palacete Scarpa no Centro e a construção de um RCD (Reservatório de Detenção de Cheias) no Córrego da Água Vermelha contam como “paralisadas”.

Das três obras, a de maior valor é a restauração do Palacete, que possuía valor inicial de contrato de R$ 457.681,82 firmado com a empresa Baruque Restaurações e recebeu um aditivo R$ 9.035,23, totalizando R$ 466.717,05.

As intervenções no prédio histórico começaram em novembro de 2017 — quatro anos após a Prefeitura firmar convênio com o governo federal, por meio do Ministério do Turismo.

A Baruque Restaurações foi a única licitante do edital e assinou o contrato com a Prefeitura em agosto de 2017.

Três meses depois chegou a pedir rescisão do contrato, mas depois de conversa com a Secretaria de Cultura, prosseguiu. “É imprescindível que saibamos a situação sobre a continuidade das obras, pois envolvem recursos públicos próprios do poder público municipal e repasses ao município”, afirma o vereador Péricles, cujo requerimento foi aprovado na sessão ordinária desta terça-feira (24/9). Uma vez aprovado, o requerimento será encaminhado ao Executivo de deverá ser respondido em 15 dias, podendo ser prorrogado por mais 15.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba