Tags

O vereador Rodrigo Manga (DEM) encerrou nesta quinta-feira (19) suas atividades nos Estados Unidos e já retorna para Sorocaba, onde deve chegar nesta noite. Manga, que arcou com todos os custos da viagem, considerou sua passagem pelo Estado da Flórida como “muito produtiva”.

O propósito foi a troca de experiências e a realização de parcerias com autoridades políticas e empresários norte-americanos, para propiciar melhorias para Sorocaba.

“Foi uma viagem extremamente positiva, com uma agenda repleta. Fizemos uma série de visitas em busca de expertise em gestão pública e de investimentos e ações voltadas à geração de emprego e para a área de tecnologia. Iniciativas que podem beneficiar muitos brasileiros, inclusive, é claro, sorocabanos”, destaca Manga.

Manga disse que nos EUA o dinheiro dos impostos, claramente, volta em benefícios à população. “Não há buracos nas ruas, a sensação de segurança é enorme. Isso numa cidade como Orlando, que tem uma receita US$ 1,2 bilhão, quantia muito parecida ao do orçamento de Sorocaba, mas numa realidade muito diferente. Pudemos aprender muito nessa viagem”, acrescenta.

Câmara de Orlando – Manga esteve reunido com Tony Ortiz, vereador em Orlando, que preside uma comissão especial para ações entre Brasil e EUA. Tony confirmou o interesse em usar essa comissão para viabilizar ações especificamente para Sorocaba, sobretudo no campo dos negócios, da segurança pública e do desenvolvimento econômico. Ele virá ao Brasil e não medirá esforços para tornar Orlando uma cidade-irmã de Sorocaba.

Florida Christian University – O vereador Rodrigo Manga também esteve reunido com Bruno Portigliat, presidente da Florida Christian University, para discutir a viabilidade de capacitação de agentes públicos e outros profissionais de Sorocaba, sobretudo, na área de gestão na saúde.

A internacionalização de carreiras e de negócios é uma das premissas da Florida Christian University, que é a única universidade nos EUA em que o português é uma das línguas adotadas, uma vez que muitos brasileiros já passaram por ali, inclusive de Sorocaba. Representantes da instituição mostraram interesse de vir a Sorocaba e realizar um seminário de capacitação, voltado à formação profissional, em parceria com o poder público.

TV Brazi – A Brazi TV, em Orlando, foi outro endereço visitado por Manga, onde foi recebido por Claudio Costa, proprietário e sócio do apresentador Amaury Jr, além de dono da maior agência de turismo naquela cidade. Participaram ainda do encontro o representante da empresa Gol nos EUA, José Carlos Frandji, e empresário e Vitor Lozetti, do ramo de tecnologia.

Manga conheceu uma nova tecnologia de leitura de cartões de visita, de realidade aumentada, por meio de aplicativo de celular. “Vamos apresentar a proposta ao poder público, à equipe do Parque Tecnológico. As aplicações são infinitas, inclusive na área da saúde. A iniciativa é viável e não custa caro”, destaca.

Pompano Beach – Na cidade de Pompano Beach, no condado de Broward, moram muitos brasileiros. Nessa localidade, Manga participou de reunião com um grupo de empresários e de líderes, entre eles Leidmar Cesar Lopes, presidente da Alliance International Outreach e que está à frente de uma associação que congrega 150 pastores. “A proposta é proporcionar investimentos que favoreçam tanto a Flórida como Sorocaba. Foi muito importante estreitar esse relacionamento com pessoas que têm muito a oferecer”, pontua.

Consulado do Brasil em Miami – Também com esse objetivo, mas no Consulado do Brasil em Miami, Manga encontrou-se com outros empresários e uma equipe dessa instituição, além do cônsul honorário do Brasil para a Flórida, Joel Stewart. Foi ele quem fez o convite, durante passagem pela Câmara de Sorocaba, para que Manga visitasse os EUA.

“Muitos empresários procuram o consulado querendo informações para investir no Brasil. Tivemos o comprometimento da equipe daqui, em direcionar possibilidades de investimentos para Sorocaba e em dar atendimento especial aos exportadores que queiram atuar nos EUA”, adianta.

Novidade anunciada a Manga é que os estudantes brasileiros devem ter livre acesso para estagiar nos EUA, ou seja, visto liberado. E ainda, está sendo estudada, e deve ser implementada, uma medida chamada E2, que facilitará empresários brasileiros abrirem filial ou franquia do seu negócio nos EUA. Hoje, o investimento seria de aproximadamente US$ 1 milhão e deve cair para US$ 50 mil, segundo Stewart.

Aliás, Joel Stewart confirmou que virá de novo a Sorocaba, em outubro, e que há uma empresa automotiva, sediada em Detroit, interessada em investir no País. Deve visitar, inclusive, o Parque Tecnológico de Sorocaba. “É um momento importante para nossa cidade, único. Esse estreito relacionamento internacional abre caminho para promissoras possibilidades para Sorocaba. Volto muito satisfeito com os resultados dessa viagem”, conclui Manga.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios