Tags

Com o intuito de capacitar os profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), a Secretaria de Saúde (SES) promoveu um treinamento para 24 servidores, sendo médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, dentista e toda a equipe multiprofissional, para que eles identifiquem situações de urgência e emergência no domicílio. O treinamento aconteceu na última terça-feira (20) na unidade do setor.

Segundo a enfermeira e coordenadora do SAD, Elizangela Leôncio de Souza, para que seja evitado a internação, o SAD realiza procedimentos em domicílio e assistência durante as visitas, portanto, caso haja algum incidente, os profissionais estarão capacitados. “Caso o paciente esteja em uma situação de urgência e emergência, os profissionais conseguirão identificar, e assim, realizarão os primeiros socorros. É um atendimento inicial, até a chegada do serviço especializado”, ressalta Elizangela.

Popularmente conhecido como Acamados, o SAD possui 700 pacientes em acompanhamento. O foco principal de atendimento são as pessoas com pós-internação (até 15 dias de alta), pacientes que realizaram instalação de novos dispositivos (sondas e traqueostomia), AVC recente (acidente vascular cerebral), pacientes oncológicos e indivíduos em recuperação pós-cirúrgica.

A assistência ao usuário ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Anteriormente, a unidade funcionava das 8h às 17h. Já para realizar visitas domiciliares, o funcionamento foi estendido das 7h às 22h. Nelas, o paciente recebe visita do médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo, de acordo com a necessidade de cada caso.

O acesso ao serviço é por meio do telefone 156 ou via UBSs, Unidades de Pré-Hospitalares (UPHs), Pronto-Atendimentos (PAs) e hospitais, desde que o paciente não resida em áreas que são atendidas por um outro programa, como o de Estratégia em Saúde da Família (ESF). A sede do SAD está localizada na avenida Moreira César, 398, no Centro.

Anúncios