Tags

Pela segunda vez neste ano, os funcionários do SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Sorocaba vivenciaram uma emoção diferente na manhã desta segunda-feira (19).

O senhor João Marques, atendido pela equipe após ter uma parada cardiorrespiratória (PCR), quis presentar e agradecer os servidores que salvaram sua vida.

Segundo Marina Marques, filha do seu João, no dia 7 de julho às 11h, notou que seu pai não estava bem, e rapidamente acionou o SAMU. Marina relatou que seu pai não estava respirando e sem pulso, então, imediatamente os médicos reguladores, Dr. Rossano Consul Gomes e a Dra. Juliana Rabelo Bressane, começaram a passar instruções para ela e foi solicitado que iniciasse a massagem cardíaca. Enquanto isso, a regulação do SAMU enviou uma ambulância até o local de moradia do seu João, no bairro São Guilherme.

De acordo com a coordenadora do SAMU, Kátia Kaam Salvestro, a equipe realizou os procedimentos necessários e deu sequência a reanimação cardiopulmonar, após dez minutos foi reestabelecido o batimento cardíaco. João foi imediatamente conduzido para a sala de emergência da UPH Zona Norte, para se estabilizar e ser encaminhado para o Hospital Santa Casa. João ficou internado durante sete dias no hospital e depois teve alta.

A equipe que realizou o atendimento efetivamente foi composta pelo médico Dr. André Vicente Aleixo Silva, pelo condutor socorrista, Valdir do Carmo Silva Bueno, e o enfermeiro, Marcelo Ciochetti da Silva.

Depois de recuperado, João sentiu uma imensa gratidão e felicidade por tudo que os socorristas fizeram por ele, portanto, decidiu ir até a base situada na UPH Zona Norte agradecer por toda assistência prestada. “Eu queria conhecê-los melhor, e mostrar a minha recuperação. Graças a eles sou uma nova pessoa e tenho me alimentado diariamente. Tenho um sentimento de gratidão pelo ocorrido. A atenção e o cuidado são virtudes que eu admiro, e isso eles tem de sobra”, relata João.

Para a coordenadora do SAMU, Kátia Kaam Salvestro, esta atitude é algo que renova a energia e fortalece o trabalho de toda equipe do SAMU. “É sempre emocionante ver a pessoa aproveitando essa segunda chance. Nós sentimos como se fizesse parte da nossa família, é algo realmente gratificante, pois ver a pessoa recuperada nos faz felizes”, ressalta.

Anúncios