Tags

,

O projeto Metareciclagem, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda (Sedetter), recebeu no primeiro semestre deste ano, em torno de 15 toneladas de lixo eletrônico destinado ao reaproveitamento para compor novos computadores.

Esse número é superior à média do mesmo período em anos anteriores quando o projeto recebeu cerca de 10 toneladas.

Para o secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda (Sedetter), Robson Coivo, “a cada ano, as pessoas têm mais consciência sobre o reaproveitamento de materiais, como o lixo eletrônico. Isso colabora não só com o meio ambiente, mas também com toda a sociedade”, destaca o secretário.

O aumento no volume de material arrecadado com doações foi graças à divulgação feita pelos meios de comunicação da cidade por meio das reportagens divulgadas pela Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) da Prefeitura de Sorocaba, diz o coordenador do projeto, Gilberto Campos.

De acordo com ele, depois de prontas as novas máquinas são repassadas ao Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba que, posteriormente, as destina para entidades beneficentes cadastradas no FSS, ajudando nos atendimentos diários feitos aos seus assistidos.

As peças reaproveitadas (monitores, teclados, impressoras etc) são recolhidas pela Cooperativa de Reciclagem Reviver, conveniada da prefeitura, e pelo próprio Projeto Metareciclagem que funciona na Vila Barão. Em seguida, o material é recuperado por técnicos que são formados pelo próprio projeto dando forma aos novos equipamentos.

Só nos últimos dois anos, o projeto repassou mais de 100 kits completos de computadores ao Fundo Social, compostos por monitor, CPU, mouse e teclado. A última entrega, inclusive, aconteceu no mês de junho beneficiando 10 entidades de Sorocaba.

Podem ser doados computadores e todos os equipamentos da área da informática, assim como equipamentos eletroeletrônicos (panelas elétricas, secadores, chapinhas, rádios, celulares, cafeteiras, liquidificadores, TVs led ou plasma, além de câmeras). Não são aceitas, entretanto, doações de lâmpadas fosforescentes, aparelho de TV de tubo e tonners de impressora.

A sede do projeto fica na Av. 9 de Julho, 1066, na Vila Barão, e atende de segunda a sexta-feira das 7h30 às 11h30 e 13h às 16h30. As doações de eletrônicos são recebidas nos horários das 8h às 11h e das 13h às 16h e devem ser feitas pessoalmente. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3417-3825.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios