Tags

A Prefeitura de Sorocaba divulga, por meio desta nota, o Boletim nº 1, referente ao balanço sobre atendimentos dos serviços públicos e os impactos causados pela chamada greve geral, que ocorre nesta sexta-feira (14), em nível nacional:

Saúde:

A Secretaria da Saúde (SES) informa que todos os serviços do município estão funcionando nesta sexta-feira (14). As 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) realizam normalmente os agendamentos com clínicos gerais, generalistas, pediatras, ginecologistas e dentistas. Além de serviços como vacina, dispensação de medicamentos, entre outros.
A Policlínica Municipal de Especialidades “Edward Maluf” que dispõe de 42 especialidades médicas para atender a população, está realizando todas as consultas agendadas e os programas de pré-natal de alto risco, recém-nascido de alto risco, tuberculose, hanseníase e ambulatório de feridas e pé diabético, e o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas), prestam a assistência normalmente.
Para os casos de urgência e emergência, Sorocaba permanece normal com as seguintes unidades que funcionam 24 horas: as Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) Norte, Leste e Oeste; o Pronto Atendimentos (PA) Laranjeiras e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Éden. Os PAs São Guilherme e Brigadeiro Tobias funcionam todos os dias das 19h às 7h e também estarão normalizados nesta sexta-feira. O SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também está normal.
O SAME (Serviço de Assistência Municipal Especializada)/CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), local onde a população pode se testar para identificar as infecções sexualmente transmissíveis e iniciar o tratamento, funciona normalmente. Os oito CAPSs (Centros de Atenção Psicossocial) situados na cidade não estão afetados e estão à disposição de seus usuários. Os Ônibus Azul e Rosa distribuíram senhas de atendimentos nesta sexta-feira (14) e realizam as consultas à população.
De acordo com a SES, caso algum paciente não consiga comparecer à consulta agendada devido à ausência de ônibus do transporte público, o atendimento será reagendado sem prejuízos ao cidadão. Houve apenas algumas faltas pontuais de funcionários que dependem do transporte público e moram em outras cidades, mas não acarretou em desassistência à população. Todos os serviços de saúde trabalham normalmente nesta sexta-feira.

Educação

A Secretaria de Educação (Sedu) informa que das 160 unidades de ensino da rede pública municipal apenas duas – CEIs -, 22 e 59 – não estão em funcionamento. Essas duas deverão ser abertas e geridas por gestores, funcionando até às 17h. Todas as demais 158 estão abertas e em funcionamento normal. Quanto ao fornecimento de merenda, a Secretaria de Abastecimento, Agricultura e Nutrição (Seaban) informa que o serviço está normal.

Casas do Cidadão

A Secretaria de Cidadania e Participação Popular (Secid) informa que todas as unidades das Casas do Cidadão funcionam normalmente, inclusive sem o registro de filas nesta manhã.

Saae

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) informa que todos os serviços prestados pela autarquia funcionam normalmente, incluindo atendimentos externos e em suas unidades de atendimento à população.

Coleta de Lixo

A Secretaria de Saneamento (Sesan) informa que a coleta de resíduos sólidos residenciais e industriais, assim como serviços de varrição de ruas e praças, estão afetados pela greve. Todos os veículos estão parados na garagem da CSA. A Sesan pede à população que mantenha sob sua guarda o lixo desse dia, colocando-o nos contentores no próximo dia de coleta regular. A pasta informa ainda que toda a coleta deverá ser regularizada até a próximas segunda-feira.

Urbes

A Urbes – Trânsito e Transportes informa que todos os atendimentos prestados pela empresa funcionam normalmente, incluindo as unidades localizadas no bairro Campolim e da rua Chile, na zona leste, assim como a central de atendimento nas

Casas do Cidadão.

Transporte público

A Urbes – Trânsito e Transportes acaba de ser notificada da liminar concedida em

processo que ajuizou contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Sorocaba e Região determinando 70% da frota circulando nos horários de pico e 50% no restante do dia e em caso de descumprimento, estipulou multa no valor de 5 mil reais por trabalhador que descumprir a decisão judicial. Caso o número de trabalhadores se confirme, o valor da multa a ser aplicada será de aproximadamente 5 milhões.