Tags

As 570 sugestões de investimentos, obras, ações e serviços encaminhadas pela população por meio do Participa Sorocaba passam por uma análise de viabilidade técnica e econômica por uma comissão multissetorial da Prefeitura.

Na última sexta-feira (10), a Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid) se reuniu com os integrantes do grupo, divididos entre os períodos da manhã e da tarde, a fim de esclarecer dúvidas sobre a avaliação das propostas e a etapa de votação em que os sorocabanos definirão quais delas serão incluídas no Orçamento 2020.

Após o término do prazo de envio das propostas pelos munícipes pelo site, Casas do Cidadão e ações presenciais, em 30 de abril, os servidores da Secid fizeram uma primeira triagem, para direcioná-las às respectivas secretarias responsáveis. Houve o descarte de pedidos que “fogem” do conceito do programa, relacionados a áreas que não são de responsabilidade do Município, integram projetos que já planejados anteriormente ou demandas que não se enquadram na Lei Orçamentária Anual (LOA), como solicitações de serviços pelos canais da Ouvidoria e criação de novas leis, por exemplo.

A comissão multissetorial da Prefeitura agora é responsável por elaborar projetos técnicos a partir das propostas encaminhadas pelos munícipes. “Notamos algumas propostas coincidentes. Cabe a cada secretaria aglutiná-las num projeto único e tecnicamente viável”, explica o presidente da comissão responsável pelo Participa Sorocaba, Erik Esbegue.

No mês de julho, estes projetos estarão disponíveis para votação por meio do site cidadania.sorocaba.sp.gov.br/participasorocaba e nas Casas do Cidadão. Os escolhidos pela maioria serão incluídos no projeto da LOA 2020, que será encaminhado pelo Executivo até 30 de setembro para apreciação da Câmara Municipal.

A edição 2019 do programa Participa Sorocaba recebeu da população 570 propostas, um aumento de 388% em comparação à edição 2018, quando a Secretaria da Cidadania e Participação Popular (Secid) recebeu 147 indicações. “Este aumento nos índices na segunda edição mostra que os sorocabanos estão conhecendo mais o programa e entendendo melhor a importância de opinar sobre o Orçamento da cidade”, conclui a secretária da Secid, Suélei Gonçalves.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias