Tags

O vereador Hudson Pessini (MDB) ainda aguarda as respostas do Executivo sobre o processo de gestão compartilhada de unidades de saúde.

Dois meses após a adoção do novo modelo para gerenciamento das Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) da Zona Norte e Zona Oeste, o parlamentar encaminhou requerimento à Prefeitura solicitando um balanço do processo.

O documento, com data de 25 de março, solicita informações sobre os critérios que levaram a seleção do Instituto Diretrizes para gestão das unidades, cópia do plano de trabalho e a relação da diretoria e de funcionários do instituto. Pessini também requer dados comparativos entre o número de atendimentos e o valor repassado ao gestor.

O requerimento ressalta que, como previsto em contrato, o Instituto Diretrizes teria recebido o montante de R$ 2,6 milhões por 37 mil procedimentos mensais, apesar de, dados divulgados pela Secretaria Municipal de Comunicação e Eventos apontarem menor produtividade no período. “Por qual razão foi pago o valor integral previsto em contrato mesmo com atendimento em número inferior, como noticiado pela SECOM,?”, questiona o parlamentar.

Em ofício com data de 17 de abril, o Executivo, por meio da Secretaria de Relações Institucionais, solicitou a prorrogação de prazo para resposta do requerimento por mais 15 dias, alegando “necessidade de levantamento das informações”.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba