Tags

O saldo positivo de empregos nos diversos setores da atividade econômica em Sorocaba foi constatado através da pesquisa realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda (Sedetter).

O resultado apontou que o índice de desemprego na cidade está em 10,50%, número abaixo da média nacional, estimado em torno de 13%.

A pesquisa foi realizada no período de 22 a 28 de fevereiro, com 408 indivíduos que fazem parte da população economicamente ativa – aqueles que possuem disponibilidade para trabalhar. Através do resultado, foi possível constatar também que o comércio é o setor que mais emprega, seguido pelo setor de serviços e indústria.

Segundo dados divulgados no último mês pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, no período de 12 meses Sorocaba já acumula um saldo positivo de 3,57 mil empregos gerados com carteira assinada. Somente em fevereiro, o saldo (ou seja, o resultado da diferença entre admissões e desligamentos) foi de 1,2 mil empregos gerados, o melhor no mês em cinco anos.

Contribuíram para esse resultado as diversas ações implementadas pelo governo do prefeito José Crespo, que desde que assumiu a administração definiu como prioridade projetos e iniciativas que tratam da empregabilidade no município. “Nosso governo tem trabalhado intensamente no sentido de proporcionar condições favoráveis a atração de investimentos por parte da iniciativa privada”, destacou o prefeito.

Ainda de acordo com dados divulgados pelo Caged, nos últimos 12 meses, enquanto o número total de demissões nos setores da indústria, comércio, serviços, administração pública, construção civil e agricultura, foi de 73.193 trabalhadores, por outro lado o total de admissões foi de 76.769, gerando um saldo positivo de 3.576 novas vagas.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda, Robson Coivo, com isso Sorocaba sai na frente de muitos municípios. “Vamos continuar trabalhando para que esse ambiente de otimismo e empregabilidade continue, e assim possamos trazer novas empresas para nossa cidade”, afirmou.

Outros dados

De acordo com o resultado da pesquisa, a taxa de assalariamento é alta, sendo que 8 a cada 10 entrevistados que exercem trabalho regular são remunerados. Além disso, a renda individual média mensal é de R$ 1.601,71 e cerca de 11,20% dentre os assalariados estão na informalidade.

Em relação a população desempregada, a ampla maioria possui até o Ensino Médio completo e são mulheres, jovens e negros. Os índices de desemprego por desânimo ou trabalho precário são mínimos, o que significa que a população desempregada permanece procurando emprego.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios