Tags

No período de 12 meses, Sorocaba já acumula um saldo positivo de 3,57 mil empregos gerados com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

Somente no mês passado, o saldo (ou seja, o resultado da diferença entre admissões e desligamentos) foi de 1,2 mil empregos gerados, o melhor fevereiro em cinco anos.

Para se ter ideia, no mesmo período do ano anterior o saldo de vagas criadas foi de 444 trabalhadores. As diversas ações implementadas pelo governo do prefeito José Crespo que, desde que assumiu a administração, definiu como prioridade, projetos e iniciativas que visam dar segurança jurídica e celeridade aos trâmites de processos que tratam desde a instalação e ampliação de empresas, até as variadas demandas estimulando assim os prestadores de serviços, indústria e comércio, contribuíram para esse resultado.

De acordo com dados divulgados pelo Caged, nos últimos 12 meses, enquanto o número total de demissões nos setores da indústria, comércio, serviços, administração pública, construção civil e agricultura, foi de 73.193 trabalhadores, por outro lado o total de admissões foi de 76.769, ou sejam, gerando um saldo positivo de 3.576 novas vagas. No ano, entre janeiro e fevereiro, foram 1.907 novas vagas geradas.

O saldo positivo de criação de vagas de emprego nos diversos setores da atividade econômica em Sorocaba é resultado também das diversas ações implementadas pelo governo do prefeito José Crespo que desde que assumiu a administração definiu como prioridade, ações e projetos que visam dar segurança jurídica e celeridade aos trâmites de processos que tratam desde a instalação da empresa até as variadas demandas estimulando assim a indústria, o comércio e prestadores de serviços.

“Nosso governo tem trabalhado intensamente no sentido de proporcionar condições favoráveis a atração de investimentos por parte da iniciativa privada”, destacou o prefeito.

Exemplo foi a lei n°11.771, de 31 de julho de 2018, que permite ao poder executivo conceder incentivos fiscais a empresas, universidades e instituições de pesquisa, pública ou privada, que decidirem se instalar no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). Em 14 de março do ano passado, com o objetivo de manter as grandes indústrias com segurança nas atividades desenvolvidas em Sorocaba, o prefeito José Crespo assinou decretos de incentivos fiscais para 14 grandes empresas da cidade.

A medida fez parte das estratégias do governo em garantir a atividade e estadia empresarial e era muito aguardada pelos diretores e responsáveis pelas empresas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho,Turismo e Renda (Sedetter), Robson Coivo, também comemorou os números divulgados pelo Caged. “Que excelente notícia, Sorocaba sai na frente de muitos municípios. Vamos continuar trabalhando para que esse ambiente de otimismo e empregabilidade continue, e assim possamos trazer novas empresas para nossa cidade”, destacou.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios