Tags

,

O prefeito José Crespo recebeu nesta segunda-feira (18) em seu gabinete, no 6º andar do Paço Municipal, o grupo que compõe o Comitê Gestor de Economia Criativa, criado para fomentar iniciativas da economia na cidade.

A iniciativa de criar o Comitê em Sorocaba partiu do presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), RobertoFreitas, que aproveitou para fazer alguns anúncios, como a criação de uma escola para o segmento e um laboratório de imagem em parceria com o Instituto Federal e uma oficina FabLab em conjunto com o Sesi Sorocaba, ambas funcionarão no  Parque Tecnológico.

Outra novidade anunciada  foi a possibilidade de Sorocaba ganhar uma  Incubadora da Economia Criativa que terá com objetivo fomentar  empreendimentos do setor e  funcionará no atual barracão cultural ao lado do MACS – Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, na antiga Estação Ferroviária.

O Comitê Gestor da E.C  é formado por representantes de vários segmentos da sociedade e do poder público como a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Renda (Sedetter) e de Cultura (Secult), entidades de classe e instituições de ensino superior, e começou os trabalhos no ano passado. De início, realizou a primeira Semana da Economia Criativa, com palestras que movimentou Sorocaba e região. E mais recentemente, promoveu o primeiro encontro de influenciadores digitais, organizado pela Secom de Sorocaba.

Ao conhecer o grupo que vai debater a implementação de ações para a Economia Criativa na cidade, o prefeito José Crespo foi enfático ao dizer que, “pelo tamanho da nossa cidade, vejo a obrigação de sermos um polo e estarmos na vanguarda de processos sociais, políticos e econômicos como esse”, destacou o comprometimento do grupo em pensar pela cidade.

“À medida que os cidadãos estão mostrando serem pessoas proativas e muito qualificadas, assumindo posições em nome da sociedade, não há outra tendência a não ser dar certo. Portanto, minhas palavras são de homenagem a vocês, porque estamos abertos para receber opiniões e decisões do grupo em termos da politicas públicas, cada um na sua área”, destacou.

A apresentação do grupo e qual a função do Comitê Gestor de Economia Criativa coube a Roberto Freitas, presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba.  Freitas ressaltou que o tema é o eixo de trabalho número um do PTS e faz parte do novo Plano de Trabalho da instituição.

Freitas explicou que o Parque Tecnológico desenvolverá diversos projetos para o novo setor, com a realização de cursos, palestras, workshops e a participação de vários setores da economia. Caberá ao Comitê Gestor, segundo o presidente do PTS, dar continuidade ao trabalho de economia criativa, e aproveitou para anunciar que um dos trabalhos será criar uma Escola de Economia com previsão de formar este ano perto de mil pessoas em vários cursos, além da criação de uma incubadora para a formação de novos empreendedores.

Roberto Freitas lembrou que “o prefeito pede sempre uma aproximação com as entidades, instituições de ensino e a sociedade nas atividades do Parque Tecnológico, com objetivo de unir pessoas com pensamentos diferentes, instituições diferentes. Sorocaba é uma das poucas cidades que está trabalhando e fomentando a economia criativa, e não tenho dúvidas que será reconhecida devido ao seu bom trabalho. Estou falando que esse grupo está desenvolvendo um trabalho excelente e quero agradecer ao nosso prefeito pela confiança que ele tem nos dado”, disse.

Ao final da cerimônia, os gestores fizeram uma rápida apresentação  sobre a participação de cada um deles no Comitê.  Em nome das secretarias, o jornalista Eloy de Oliveira, titular da Comunicação e Eventos (Secom), falou da importância da Economia Criativa como novo segmento, lembrando do Encontro de Influenciadores realizado recentemente no PTS. “Pretendemos dar continuidade ao trabalho com novas ações, até porque a Economia Criativa é a saída para chegarmos ao futuro. Estamos em um momento em que algumas profissões estão sendo abandonadas e outras estão surgindo”, disse Eloy, lembrando que dois profissionais da Secom – Rafael Baddini e Sandra Fonseca -, fazem parte do Comitê Gestor.

Além das secretárias municipais Secom e Secult, o Comitê Gestor de Economia Criativa é composto pelo PTS, Sesi, Senai, Senac, FGV (Fundação Getúlio Vargas), MACS (Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba), Faculdade Esamc, Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens), Sebrae, Conselho Municipal de Cultura, Conselho Municipal de Turismo, Uniso, Anhanguera, Unesp, Universidade Brasil (Uniesp), Unip e PUC-SP. Após a primeira reunião do grupo, pessoas de notório saber serão convidadas para integrar o Comitê Gestor.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios