Tags

No dia 18 de fevereiro é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Alcoolismo. Para comemorar e conscientizar toda a comunidade, a Secretaria da Saúde (SES), por meio do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) “Arte do Encontro”, apresentará materiais com conteúdo informativo na assembleia que acontece na segunda-feira (18), às 11h, na unidade, localizada na rua Paschoal Leite Paes, 285, na Vila Progresso.

Esta assembleia tem um grupo fixo e acontece toda segunda-feira. Desta vez será destinado aos usuários de álcool e outras drogas, abordando o assunto e tendo o principal intuito de informar, orientar e responder todas as dúvidas referentes ao tema, a fim de conscientizar quanto ao consumo excessivo do álcool.

Hoje Sorocaba conta com oito CAPS; 32 UBSs que possuem equipes multiprofissionais de matriciamento/NASF, as quais realizam acolhimento, atendimento e ações voltadas ao cuidado no território; 16 leitos de Saúde Mental em Hospital e nos CAPS III e CAPS AD III; e sete serviços de Urgência e Emergência, entre PAs/UPHs e SAMU.

Na cidade de Sorocaba, existem três modalidades de Centro de Atenção Psicossocial totalizando 81.727 atendimentos no ano de 2018. São três CAPS III – Adulto, três CAPS IJ – Infanto Juvenil e dois CAPS AD III – Álcool e Drogas. Esses serviços são especializados no cuidado a Saúde Mental para população em sofrimento psíquico.

Além disso, os CAPSs oferecem acolhimento noturno, atenção aos usuários em crise, visitas domiciliares e acompanhamento no território, entre outros serviços. Os pacientes podem procurar os serviços de saúde mental através das Unidades Básicas de Saúde e CAPSs.

Sobre a data

Para que as pessoas possam ter mais consciência sobre o uso de bebidas alcoólicas e seus malefícios, no dia 18 de fevereiro, dá-se início a “Semana Nacional de Combate ao Álcool”. E com isso, uma dúvida muito comum é se o consumo de bebidas alcoólicas pode aumentar o risco de desenvolver um câncer. E a resposta é positiva. A relação entre o álcool e o câncer tem sido avaliada no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), por meio de estudos, que estabelecem uma associação epidemiológica entre a ingestão da bebida e a doença na cavidade bucal e no esôfago.

Além de ser agente causal de cirrose hepática, o alcoolismo está relacionado a 2-4% das mortes por câncer. O álcool tem ainda a capacidade de alterar o sistema nervoso central, podendo modificar o comportamento de quem faz o uso da bebida. Por ter um efeito prazeroso, induz à repetição, podendo levar a dependência. Além disso, pode gerar alguns tipos de câncer, como câncer de boca e orofaringe, câncer de faringe, câncer de laringe, câncer de esôfago, câncer de fígado, câncer colo retal, câncer de mama e câncer do pâncreas.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias