Tags

O vereador Rodrigo Manga (DEM) encaminhou ofício (nº 097/2019) solicitando ao prefeito de Sorocaba que aplique os recursos destinados para o Carnaval 2019 em ações voltadas à saúde, segurança, educação ou mobilidade, prioritárias ao município.

O tema ainda gerou polêmica durante a sessão ordinária da Câmara, nesta terça-feira (12), quando um grupo de carnavalescos veio cobrar explicações quanto ao posicionamento do vereador.

“A saúde precária, por exemplo, é um dos principais problemas que nosso município vive, onde a população clama por atendimento digno e de melhor qualidade. A Administração Pública deve rever suas prioridades, especialmente quanto à aplicação de seus recursos, o que nos parece uma decisão acertada neste caso”, frisa o vereador.

O vereador considera que Sorocaba deveria seguir o exemplo de outros municípios do Estado e do País, em que a respectiva administração pública buscou alternativas inteligentes para não criar impacto no erário municipal. “Tem até cidade, como Maringá, no Paraná, que abriu concorrência para empresas interessadas em explorar o carnaval de rua em 2019. A iniciativa privada pode explorar a venda de comidas, bebidas, camarotes e até a publicidade. E ainda gera receitas ao munícipio diante da arrecadação com o evento. É uma opção”, menciona.

Manga destaca que a Prefeitura abriu somente em 8 de fevereiro a licitação para a montagem da estrutura do carnaval de rua 2019. A abertura do pregão presencial está prevista para as 8h30 do próximo dia 22 de fevereiro. Em 2018, o custo aos cofres públicos foi de R$ 397 mil e este ano deve passar disso. “Foram dois dias: um para montagem e testes, e outro para o evento. Desta vez seriam três: um para montagem e testes, e dois para eventos. Por que só deixaram para a última hora para decidir sobre isso?” questiona.

Durante a sessão da Câmara, Manga fez questão de reiterar aos carnavalescos presentes o apreço que tem por eles. E disse que não é contra a realização de festividades carnavalescas. “Mas sou contra utilizar o dinheiro público, em momento de crise, para essa finalidade. Há outras prioridades. Investir no Carnaval, que é uma tradição cultural, é interessante, sim, desde que feita com planejamento e competente gestão pública, de modo que gere arrecadação ao município e não mais despesas”, finaliza.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios