Tags

A equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Habiteto e estudantes do curso de enfermagem da Faculdade Anhanguera realizaram no dia 23 de novembro uma ação comunitária para orientar a população local sobre a prevenção da dengue, chikungunya, zika e febre amarela, doenças transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Para chamar a atenção das pessoas, um dos integrantes da equipe estava “vestido” de mosquito.

De acordo com a Secretaria da Saúde (SES), as ações de educação nas residências devem ser intensificadas neste período de maior proliferação do mosquito.

O trabalho é realizado através de visitas às residências e comércios, além da abordagem dos moradores do bairro. Durante as visitas, os agentes batem nas portas, se identificam como agentes comunitários da Saúde e pedem a autorização dos moradores para entrar nas casas. É feito uma vistoria para encontrar focos com potencial de armazenamento de água parada.

Com a chegada do verão e a temporada de chuvas, aumenta as chances de surgirem novos criadouros. No material distribuído pelos profissionais às pessoas, há informações sobre os cuidados que os cidadãos precisam ter para combater a proliferação do Aedes aegypti.

Para denunciar algum imóvel com criadouros do mosquito vetor das arboviroses ou estabelecimento que se encontra em estado de alerta e seja potencial de criadouro, o cidadão pode dirigir-se até uma Casa do Cidadão, ligar ao telefone 156 ou acessar o link: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios