Tags

A Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas de Sorocaba (Serim) participou da 17ª reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). O evento foi realizado no último dia 13, na cidade de Pilar do Sul.

O prefeito de Sorocaba, José Crespo, assim como osecretário de Relações Institucionais e Metropolitana (Serim) de Sorocaba, Flávio Chaves, foram representados pelo Chefe de Divisão de Gestão Institucional da pasta, Ivan Flores.

O Conselho de Desenvolvimento, organismo máximo da RMS, é o fórum de integração e de deliberação sobre as prioridades em termos de investimentos públicos, visando ao desenvolvimento da região. Daí seu caráter normativo e deliberativo. O Conselho é composto pelos Prefeitos dos 27 municípios integrantes da RMS, representantes das Secretarias de Estado nas funções de interesse comum.

Na mesa principal, estiveram presentes Guilherme dos Reis Gazzola, presidente do Conselho de Densenvolvimento da RMS e prefeito de Itu; José Tadeu Resende, vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento e prefeito de Piedade; Edmur Mesquita, sub-secretário de Assuntos Metropolitanos; Carlos Henrique Flory, diretor-presidente da SP-Prevcom – Fundação de Previdência Complementar do Estado de SP; Juliana Santiago Ortega, integrante da equipe de coordenação do Programa Nascentes; Geraldo César Almeida, diretor executivo da Agência Metropolitana de Sorocaba. Além do prefeito de Pilar Sul, anfitrião do evento, Antônio José Pereira.

O evento contou com uma palestra sobre previdência complementar, ministrada pelo presidente da Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo ( SP-Prevcom), Carlos Henrique Flory. Logo após, houve a apresentação do Programa Estadual de Recuperação de Nascentes, a cargo da equipe de coordenação do “Programa Nascentes”, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Além disso, o encontro ainda contou com a apresentação do Plano de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Região Metropolitana de Sorocaba

A Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) foi criada pela Lei Complementar nº 1.241, sancionada em 8 de maio de 2014 e congrega os municípios de Alambari, Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba daSerra, Boituva, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Itu, Itapetininga, Jumirim, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Sarapuí, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí, Tietê e Votorantim.

A RMS conta com mais de 2 milhões de habitantes, representando 4,6% da população do Estado de São Paulo, gerando cerca de 4,25% do PIB (Produto Interno Bruto) paulista e está estrategicamente situada entre duas importantes Regiões Metropolitanas do país − São Paulo e Curitiba −, além de manter limite territorial e processo de conurbação com a Região Metropolitana de Campinas.

Destaca-se, em âmbito nacional, por intensa e diversificada atividade econômica, caracterizada por produção industrial altamente desenvolvida, com predominância dos setores metalmecânico, eletroeletrônico, têxtil e agronegócio (cana-de-açúcar).

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios