Tags

A Secretaria de Segurança e Defesa Civil (Sesdec), por meio da Guarda Civil Municipal (GCM), realizou na manhã desta terça-feira (30) uma solenidade de formatura do curso técnico profissional ‘Tactical Rosa’ no Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHHGGS).

Realizado em parceria com a Polícia Civil de Sorocaba, o treinamento envolveu 14 mulheres entre guardas e policiais civis de Sorocaba, Iperó e Itapetininga, com estratégias avançadas, a fim de encerrar as comemorações do Outubro Rosa no município.

O curso, que teve duração de uma semana, foi idealizado pelo comandante da GCM, Marcos Mariano, no governo de José Crespo. O ‘Tactical Rosa’ é a terceira edição do ‘Tactical’, que tem por objetivo reunir as principais disciplinas operacionais para a difusão do conhecimento e aplicação em qualquer ação policial, abordando os principais aspectos de segurança e respostas a situações de riscos inerentes à função, porém voltado a mulheres. É a primeira edição e o primeiro curso do gênero realizado no Brasil.

Segundo o Comandante Marcos Mariano, o treinamento realizado pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento da GCM, sob o comando do Classe Especial Wilson Roberto, e contando com cerca de 10 instrutores, sendo dois da Polícia Civil, representada pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), o treinamento é feito sob stress físico e mental, que levam aos participantes os procedimentos operacionais mais modernos e completos, aplicados nas principais instituições de polícia do mundo, como Swat, Rota e Bope.

“É uma honra participar dessa solenidade especial de celebração e poder fazer parte desta sinergia, a união de propósitos entre a GCM e o Garra, que pôde levar uma maior preparação em relação à ordem pública a essas mulheres de fibra, guerreiras, fazendo a diferença no seu dia a dia de trabalho e na vida do cidadão na hora de resolver um conflito de criminalidade, prestando o melhor serviço e preservando as suas vidas”, declara o secretário da Sesdec, Jeferson Gonzaga.

O Delegado Seccional de Polícia de Sorocaba, Marcelo Carriel, comenta a parceria, visto que, o Garra faz parte do projeto desde sua primeira edição e colabora pedagogicamente. “É um orgulho para nós poder fazer parte. Vamos manter essa parceria tanto nos cursos, quanto nas operações que são efetivamente realizadas. A GCM eu posso afirmar que é referência em todo o Estado de São Paulo, pois, é diferente não só nas questões táticas mas também na gestão administrativa”, comenta. “Parabéns a todas as mulheres que passaram por essa grande etapa, contem sempre com a Polícia Civil”, conclui.

A secretária de Igualdade e Assistência Social (Sias), Cíntia de Almeida, em seu discurso, parabenizou a iniciativa: “quando nós abrimos essas brechas, acabamos abrindo a porta inteira, fazendo com que o feminino e o masculino fiquem lado a lado e construam um país com mais liberdade e justiça”. Já a secretária de Cidadania e Participação Popular (Secid), Suélei Gonçalves, elogiou as participantes: “essas mulheres são valorosas, se formaram nesse curso intenso e mais uma vez comprovam que nós mulheres podemos ser o que quisermos”.

A GCM, Rosenilde de Fátima, servidora há seis anos, casada e mãe de dois filhos, diz ter se realizado profissionalmente com o treinamento. “Confesso que foi realmente um grande desafio, mas é muito gratificante, pois me sinto muito mais preparada no dia a dia para as eventuais ocorrências”, contou. A guarda Aline Arruda, também há 6 anos na corporação, também falou sobre o desafio do treinamento: “é grande desafio também, porque para nós mulheres a parte física é mais difícil, como por exemplo, pular rapidamente um muro, mas, com o treinamento nós pudemos crescer para servir melhor a nossa população”.

Durante a cerimônia, também estiveram presentes os alunos da Escola de Formação e Aperfeiçoamento da GCM e diversas autoridades ligadas à segurança das cidades de Itapetininga e Iperó, que fazem parte da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). As autoridades entregaram os certificados de conclusão do curso às formandas e ainda assistiram a um vídeo que resumiu as atividades realizadas durante o treinamento.

Outubro Rosa

Na década de 1990, nasceu o movimento conhecido como Outubro Rosa, que tem o objetivo de estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente e vem compartilhando informações, promovendo a conscientização sobre a doença, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, e ainda, contribuindo para a redução da mortalidade.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios