Tags

O prefeito José Crespo participou nesta segunda-feira (1), ao lado de secretários, de uma audiência pública de apresentação dos resultados dos Estudos de Viabilidade e Modelagem para Gestão, Modernização e Manutenção do Sistema de Resíduos Sólidos.

O evento ocorreu no Centro de Referência em Educação (CRE), localizado no Jardim Saira, e foi realizado pela Secretaria de Saneamento (Sesan), em parceria com a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), por meio do Conselho Gestor de Parceria Público-Privada (CGPPP), que tem a participação de várias secretarias municipais.

O objetivo da audiência foi apresentar os resultados de estudos feitos pela Companhia Paulista de Desenvolvimento (CPD), sobre formas de realizar a reciclagem do material, por meio de uma PPP (Parceria Público-Privada), na modalidade de Concessão Administrativa, amparada pela Lei Municipal 10.474/13.

Além do investimento na modernização de equipamentos, capacitação de pessoal ampliando o atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e ao Plano Municipal de Saneamento, consta no projeto a implantação de contêineres subterrâneos que ficarão no centro da cidade e a criação de duas centrais de triagens com capacidade mínima de 6 toneladas por hora cada.

Mario Silvério, diretor de desenvolvimento da CPD, afirma que o plano é aumentar a qualidade do serviço prestado. “Temos diversas propostas como contêineres exclusivos da coleta seletiva, além da conscientização da população, acredito que se todos trabalharem juntos, com certeza, Sorocaba estará na vanguarda do desenvolvimento”, explicou.

Outro ponto de destaque na apresentação é a volta da utilização do sistema de ecopontos. Seriam 23 espalhados pela cidade com capacidade para receber até 1m³ por pessoa, como já funcionavam os três existentes na cidade. Esses espaços foram desativados recentemente, pois estavam sendo utilizados para a deposição de lixo orgânico gerando risco à saúde pública da própria população.

De acordo com o estudo, uma Manifestação de Interesse Privado (MIP), na qual foi feito o mapeamento de destinação de resíduos sólidos de Sorocaba, propondo novas ações para um período de 25 anos, Sorocaba produz mensalmente 15 mil toneladas de lixo e apenas 3% disso é reciclado atualmente. A partir desses números, a ideia é modernizar e expandir a coleta seletiva e a reciclagem.

Dentre os principais pontos apresentados para a melhoria, estão: coleta adequada de todo lixo urbano gerado, buscar formas de segregar e melhorar o manuseio dos resíduos, ampliar a coleta seletiva, modernizar sistemas de seleção e tratamento dos recicláveis através de cooperativas, promover campanhas de sensibilização da população e promover o desenvolvimento sustentável e o planejamento a longo prazo, além da reciclagem de 30% desse material.

O vereador João Donizete Silvestre, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal, argumentou que é importante o debate sobre os resíduos sólidos. “É uma questão de saúde pública e de meio ambiente, é necessário que as conversas aconteçam para toda a população ter acesso”, comentou o vereador.

O secretário de Saneamento, Alceu Segamarchi, disse que é muito especial que esse estudo tenha sido feito em Sorocaba. “Sorocaba merece um tratamento adequado de seus resíduos e nós buscamos sempre apresentar o melhor para a cidade, com responsabilidade e sempre aberto para que os cidadãos participem”, falou o secretário

O prefeito José Crespo considerou o assunto inovador. “Creio que Sorocaba reúna todas as condições para encabeçar esse projeto, uma cidade desse porte tem que estar atuando com o melhor que a tecnologia fornece, para que nós possamos ter a certeza de que o projeto está bem embasado e sermos referência no assunto”, assegurou o prefeito.

O estudo completo está disponível no site da Secretaria de Saneamento através do link: http://saneamento.sorocaba.sp.gov.br/ durante 30 dias para receber a consulta, o questionamento e propostas da população para sua composição. Em seguida, estará aberto o edital para outras empresas que desejarem aplicar este programa no município.

Estiveram presentes no evento o secretário da Fazenda (Sefaz), Marcelo Regalado, o secretário de Comunicação e Eventos (Secom), Eloy de Oliveira, o secretário de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo), Fábio Pilão, a secretária de Planejamento e Projetos (Seplan), Miriam Zacarelli, o secretário de Gabinete Central (SGC), Eric Vieira, o Chefe do Gabinete do Poder Executivo, Alexandre Robim, o secretário de Mobilidade e Acessibilidade e presidente da Urbes – Trânsito e Transportes, Luiz Alberto Fioravante, o secretário de Licitações e Contratos (Selc), Hudson Zuliani, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), Robson Coivo, o Observador do Município, Pedro Garcia, representantes das Secretarias de Recursos Humanos (Serh), Abastecimento, Agricultura e Nutrição (Seaban), Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), da Ouvidoria Geral do Município, de Cidadania e Participação Popular (Secid), além da vereadora Iara Bernardi.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios