Tags

,

Como você pretende mudar sua cidade? Qual seria a solução para o seu bairro? O que você quer fazer para melhorar o seu bairro?

A Prefeitura de Sorocaba quer ouvir sua sugestão para conhecer propostas, muitas delas inovadoras, que possam ser implementadas para torná-la cada vez mais uma cidade inteligente, dentro do conceito de Smart Cities.

Para isso, a Secretaria de Planejamento e Projetos (Seplan) lança amanhã, no portal da Prefeitura na internet, o projeto ‘Sociedade Colaborativa’.

De acordo com a secretária da Seplan, Mirian Zacarelli, a partir desta terça-feira, o site da pasta, no portal da Prefeitura trará, um link em que cidadão poderá colaborar com sugestões para melhorar determinadas situações em que ele presencia em seu bairro. “A ideia é que ele aponte o problema e, sobretudo, a solução que ele vê para solucioná-lo. Ou seja, que as pessoas interajam com o poder público, no sentido de encontrar solução para diversos problemas que afetam o ambiente em que vivem e que isso vá se ampliando de forma macro”, explica.

A secretária destaca que as colaborações apresentadas no site serão analisadas de suas capacidades técnicas e financeiras, a curto, médio e longo prazo. Porém, o cidadão terá uma resposta em relação à sua sugestão. No site haverá um campo para o preenchimento do nome, e-mail, bairro, além da área para a solução e a descrição da solução para determinada situação encontrada no ambiente em que o morador vive.

“O conceito de cidade inteligente ainda é bastante recente, mas é fundamental para discussões visando uma sociedade com maior qualidade de vida. De acordo com a União Europeia, as chamadas Smart Cities (cidades inteligentes, em tradução literal) são sistemas de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para aumentar o desenvolvimento econômico e, com isso, o IDH”, explica a secretária, que completa: Ou seja, o que é uma cidade inteligente? O enfoque atual é na cidade criativa e sustentável, que faz uso da tecnologia em seu processo de planejamento, principalmente, com a participação dos cidadãos.”

Audiência pública

Na última sexta-feira, a secretária de Planejamento e Projetos (Seplan), participou, na Câmara de Vereadores, de uma audiência pública para tratar do tema Cidades Inteligentes. Organizada pelo vereador Hudson Pessini, a palestra contou com a participação de professores e especialistas na área. Durante o evento, a titular da Seplan falou sobre os projetos desenvolvidos em Sorocaba pela Prefeitura e as diretrizes do atual governo.

Ranking Urban Systems e Fab City

A atual administração, voltada ao conceito de Cidades Inteligentes, tem intensificado investimentos que refletem diretamente na qualidade de vida, atração de investimentos e conectividade dos sorocabanos. Diante disso, em apenas um ano, Sorocaba subiu 18 posições e agora ocupa o 42º lugar no ranking que avalia as cidades mais conectadas do País, o Connected Smart Cities 2018, realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator. Curitiba está em primeiro lugar, seguida pela capital paulista. No Estado, Sorocaba está em 12º lugar no ranking geral, atrás de São Paulo, Campinas, Santos, São Caetano, Barueri, Ribeirão Preto, Jundiaí, Vinhedo, São Bernardo do Campo, São José dos Campos e Piracicaba.
O estudo tem como objetivo mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no País, sendo que um total de 700 foram avaliadas na pesquisa. Além do ranking Connected Smart Cities, foram gerados rankings temáticos para 11 áreas principais: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.
Sorocaba está entre as 50 principais em quatro áreas: em economia, é a 38ª, com 5,568 pontos; em meio ambiente, a 39ª, com 6,137; em mobilidade e acessibilidade, a 47ª, com 3,046 pontos; e em tecnologia e inovação, a 50ª, com 3,179.

Vale destacar que Sorocaba também foi eleita recentemente uma das três cidades do País a fazer parte do projeto Fab City pelo Instituto de Arquitetura Avançada da Catalunha, Centro MIT para Bits e Átomos e a Fundação Fab, instituições internacionais que formam o Grupo Fab City. Além de Sorocaba, fazem parte desse seleto grupo, as cidades de Curitiba e Belo Horizonte.

Ser Fab City é pertencer a um novo modelo urbano que prestigie o desenvolvimento da produção local para transformar as cidade em autossuficiente e conectada. Barcelona (Espanha), Boston e Detroit (Estados Unidos), Cambridge (Inglaterra), Amsterdam (Holanda), Paris (França) e Santiago (Chile) já são Fab Cities.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios