Tags

, , , ,

O vereador suplente João Paulo Miranda, que pertence aos quadros do PSDB de Sorocaba, deve anunciar a mudança para o PP (Partido Progressista) nas próximas horas.

JP Miranda (Progressistas) assinou nesta terça (21/08) a sua filiação a um novo partido e deixará o PSDB. O político assinou sua filiação hoje junto ao presidente do partido, deputado Guilherme Mussi.

O então tucano ajudou a cassar o prefeito José Crespo (DEM), em sessão extraordinária ocorrida em outubro de 2017, e que, posteriormente, foi anulada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ). O voto dele foi decisivo para afastar o democrata do Executivo sorocabano.

O Progressistas é o novo nome do PP (Partido Progressista), que por sua vez foi o novo nome do DOS, partido do deputado Paulo Maluf. Segundo Miranda, o partido passa por reformulação no Estado e nada tem a ver com a antiga legenda. “Estamos transformando o partido, colocando jovens na liderança. Estou muito feliz por coordenar esse trabalho em Sorocaba “, explicou Miranda. No âmbito Federal, o Partido é um dos principais envolvidos na operação Lava Jato, da Polícia Federal.

A saída do PSDB encerra um período turbulento entre Miranda e um grupo do Partido, ligado à deputada estadual Maria Lúcia Amary. Após trocas de mensagens por redes sociais, segundo fontes do jornal Z Norte, a convivência seria impossível.

De acordo com JP Miranda, o Progressistas tem o objetivo de lançar candidatura própria à Prefeitura de Sorocaba. “Vamos lançar mais de 100 candidatos a prefeito no Estado. Precisamos reestruturar o partido, mas a ideia é ter candidatura própria”, afirmou.

Uma curiosidade na assinatura de sua filiação foi a presença do candidato tucano a deputado estadual, Paulo Mathias. JP Miranda tem feito campanha para Mathias nas redes sociais.

Fonte: Jornal Zona Norte e Ipamema

Anúncios