Tags

,

A Prefeitura de Sorocaba informou nesta quinta-feira (12) que o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, Marinho Marte, e seu assessor Ilzo Lourenço Pereira só serão afastados de suas funções quando o prefeito José Crespo (DEM) for notificado da decisão da Justiça.

Secretário e assessor receberam na quinta a notificação sobre a decisão que determinou o afastamento de ambos. A informação é da Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom).

De acordo com a Executivo, em momento oportuno o prefeito decidirá sobre a substituição do secretário.

Na quarta-feira (11), o promotor Orlando Bastos Filho afirmou que, em tese, houve um erro no cartório do Judiciário, fato que impediu a notificação da Prefeitura e da Câmara de Sorocaba. Conforme ele, o pedido para que Executivo e Legislativo fossem notificados já havia sido feito e foi reiterado, restando agora o cumprimento. Marinho Marte ocupa o cargo desde outubro de 2017, quando foi nomeado após o retorno de Crespo ao Executivo. Ele também foi secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Sorocaba, mas em março do ano passado, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) conseguiu o afastamento do secretário por problemas com documentação. Marinho estava com o registro da Ordem suspenso e o documento é prerrogativa para quem exercer o cargo.

Na situação atual, o problema está relacionado a uma investigação de suposta cobrança irregular, feita por Marinho contra assessores em 2016. Marinho teria intimidado testemunhas e atrapalhado as investigações do Ministério Público do Estado (MP-SP). A decisão de afastá-lo foi tomada em 19 de março. Ele já estava impedido de se aproximar das testemunhas do caso.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios