Tags

, ,

O prefeito José Crespo (DEM) exonerou o secretário de Abastecimento e Nutrição, Daniel Raphanelli Police – pessoa indicada ao cargo pelo presidente da Câmara, Rodrigo Manga (DEM) – por meio do aplicativo Whatsapp.

A portaria da demissão foi “publicada” na terça-feira (19), no Diário Oficial do Município. O substituto será José Olimpio Silveira Moraes Junior, filho do deputado federal José Olímpio (DEM), missionário da Igreja Mundial do Poder de Deus, a mesma de Manga.

No Paço, a informação havia reverberado nos corredores de algumas secretarias, mas um posicionamento oficial só foi emitido pela Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) no começo da noite de hoje (20). Procurado, o secretário de Recursos Humanos, Mário Bastos, não quis comentar o fato.

Conforme apurou o Ipa Online, a exoneração teria ocorrido pela não-concordância de Police em chancelar, como secretário, repasses provenientes do Governo Federal, via Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar, à merenda municipal, uma vez que teria havido desvio de finalidade das rubricas pela gestão anterior da Pasta, então sob responsabilidade do atual secretário de Igualdade e Assistência Social, Alexandre Hugo de Morais.

Questionado, Hugo disse “desconhecer” o problema, ressaltando que a Pasta “criada por ele” foi “auditada por duas vezes”, no período em que a ocupou como titular por oito meses, uma delas feita pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE).

Ao saber da não-concordância em chancelar os repasses por Police, prática esta que vinha sendo aplicada pelo governo, Crespo teria chamado o secretário de Licitações e Contratos, Hudson Moreno Zuliani, para resolver a questão com o titular do Abastecimento e Nutrição. A conversa entre os dois não teria sido amistosa. Logo depois, Crespo teria enviado um Whatsapp a Police informando-o do desligamento do secretariado de seu governo.

A informação chegou ao conhecimento de Manga, que a repassou aos vereadores Hudson Pessini (PMDB) e Renan dos Santos (PCdoB), durante incursão ao Morro do Saboó, em São Roque, no último domingo (17). É aguardado, para os próximos dias, um posicionamento oficial dos parlamentares a respeito de providências que poderão ser tomadas para apurar as denúncias de irregularidades na Secretaria de Abastecimento e Nutrição.

Por meio de nota, a Secom informou que a cadeira de titular da Secretaria de Abastecimento e Nutrição vinha sendo ocupada por um representante do DEM. “O partido decidiu trocar esse representante. A substituição nada tem a ver com a investigação sobre o episódio envolvendo pagamento em duplicidade na merenda escolar”.

Com relação a esse pagamento, “a Secretaria de Licitações e Contratos abriu processo para apurar os fatos assim que tomou conhecimento deles e concluiu que houve pagamento em duplicidade em outubro, cuja quitação ocorreu em novembro. Por isto, suspendeu o pagamento das empresas responsáveis, recebeu a devolução do pagamento realizado naquele mês e propôs aditivo no qual as empresas se comprometeram a regularizar a situação e a devolver todos os pagamentos realizados em duplicidade anteriores a outubro”.

Em paralelo a essa providência, prossegue a Secom, “a Secretaria de Abastecimento e Nutrição fará um levantamento para apurar quantos pagamentos foram feitos em duplicidade antes de outubro e a Corregedoria Geral do Município abriu processo para apurar os responsáveis pelo erro”.

A Secom finaliza, dizendo que “em virtude das medidas tomadas, os pagamentos às empresas fornecedoras da merenda escolar estão em dia e não haverá problemas na continuidade da prestação dos serviços”.

Fonte: Jornal Ipanema

Anúncios