Tags

,

A Secretaria Municipal de Educação (Sedu) informou que as crianças matriculadas este ano no Centro de Educação Infantil Ernesto Martins (CEI-46), no Retiro São João, em 2018 serão transferidas para o CEI-40, unidade localizada no bairro vizinho Jardim Leocádia. Desde outubro, a mudança tem sido motivo de polêmica entre pais e a Sedu.

O assunto chegou até a ser tema de audiência pública na Câmara de Vereadores e de reuniões, onde eles expuseram sua contrariedade com a alteração. Na terça-feira (dia 5), os pais dos alunos receberam uma notificação para que fizessem a matrícula das crianças no CEI-40 ontem (dia 6) ou amanhã (dia 8).

A Prefeitura, no entanto, divulgou ontem, em nota da Secom, que os “19 alunos do então CEI-46 já estão com matrícula garantida no CEI-40, unidade até então vinculada ao CEI-46. Esses alunos receberão transporte, dada a distância de uma unidade para outra e de serem crianças pequenas.”

A diarista Terezinha Carvalho, mãe de um aluno de três anos, contestou a brevidade de tempo para fazer a matrícula.”Teriam que comunicar antes, para a gente ter um tempo para se prevenir, arrumar van”. Para ela, a mudança representará um gasto a mais para a família, que já paga uma pessoa para cuidar do filho no horário entre a creche e o fim de seu expediente.

Com a transferência, as filhas de Luciane Marcelino de Jesus, 35 anos, ficarão em escolas diferentes, já que uma estuda na creche e a outra vai para o ensino fundamental. Ela conta que o processo de adaptação da filha de três anos à unidade foi trabalhoso ao longo do ano e hesita diante da necessidade de mudá-la novamente.

A Sedu reforçou que a mudança das crianças é necessária porque em 2018 a CEI-46 atenderá os 1º e 2º anos do Ensino Fundamental e as etapas Pré-I e Pré-II da Educação Infantil e passará a ser Escola Municipal “Ernesto Martins”. Isto porque, não haverá mais atendimento dos alunos do ensino fundamental na escola estadual Antônia Luchesi, que fica no Jardim Leocádia.

Cadastro Unificado

De acordo com a Sedu, 4.986 crianças de zero a três anos estão inscritas no Cadastro Municipal Unificado para 2018. Destas, foram disponibilizadas 2.592 vagas para os Centros de Educação Infantil (CEIs). Outras 2.394 estão aguardando atendimento. “Após a distribuição de 2.592 vagas, temos um saldo de 696 vagas remanescentes”, divulgou a Sedu.

Segundo a secretaria, as vagas ociosas são aquelas que pais ou responsável legal não apontaram no ato da inscrição da criança. As vagas remanescentes se referem a nenhuma indicação. Os motivos vão desde a distância de residência ou trabalho até a faixa etária oferecida como atendimento nessas unidades escolares, detalha a Sedu.

A secretaria explica, ainda, que a inscrição no Cadastro Unificado, ocorrida em novembro, tem validade para o ano letivo de 2018, ou seja, não é necessário se inscrever novamente no cadastro, é preciso apenas que os pais ou responsáveis indiquem as unidades, se houver interesse, durante o período de inscrição divulgado.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios