Tags

O vereador Carlos Donizete Prado, do PT de Araçoiaba da Serra, usou a tribuna da Câmara Municipal de Sorocaba para falar sobre uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada em seu município, com o objetivo de investigar a terceirização na saúde.

Segundo o parlamentar araçoiabano, a CPI, da qual foi presidente, constatou que dez médicos que constituíram empresas para prestar atendimento em Araçoiaba são médicos concursados do município de Sorocaba e também trabalham na penitenciária de Capela do Alto.

“Devido ao prazo de nossa CPI, não tivemos tempo de fazer um comparativo entre o horário de trabalho desses médicos para saber se é compatível com o horário de atendimento nos outros dois municípios. Por isso, estamos trazendo o relatório da nossa CPI para a Câmara de Sorocaba, caso os senhores queiram fazer esse comparativo”, afirmou. No entender de Carlos Donizete do Prado, é muito difícil um profissional conseguir prestar atendimento em três municípios diferentes.

O vereador Hélio Brasileiro (PMDB) parabenizou o colega de Araçoiaba pela fiscalização e disse que, se houve irregularidades, os autores devem ser punidos, mas ressaltou que é preciso ter cuidado para que inocentes não sejam expostos injustamente. Hélio Brasileiro observou, ainda, que, legalmente, o médico pode trabalhar em mais de um local e, assim como outros servidores, também pode abrir empresa.

O vereador Luis Santos (Pros) também externou sua preocupação com a necessidade de se fazer o trabalho de fiscalização sem cometer injustiça e observou que a terceirização, na área da saúde, não tem sido um problema.

“Em Sorocaba, temos unidades de saúde que foram terceirizadas e realizam um bom trabalho”, observou. Já o vereador Renan Santos (PCdoB), presidente da Comissão de Saúde da Casa, solicitou cópia do relatório da CPI da Câmara de Araçoiaba para tomar conhecimento do caso.

A comissão é formada, ainda, pelos vereadores Hudson Pessini (PMDB) e Anselmo Neto (PSDB).

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios