Tags

O pastor Arthur Fernandes, da Igreja Presbiteriana do Calvário, usou a tribuna durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Sorocaba nesta terça-feira, 7, a convite do presidente da Casa, vereador Rodrigo Manga (DEM) e aprovação do plenário, para falar sobre os 500 Anos da Reforma Protestante.

Em 31 de outubro de 1517, o monge alemão Martinho Lutero afixou na porta da Igreja Castelo de Wittenberg as 95 teses contra a venda de indulgências por parte do clero, estabelecendo os princípios do movimento que entraria para a história e ficaria conhecido como Reforma Protestante.

“O principal ponto do manifesto de Lutero era um necessário e urgente retorno às Sagradas Escrituras. Em comemoração aos 500 Anos da Reforma, a Igreja Presbiteriana do Calvário, localizada na Vila Jardini, lançou o Projeto ‘Esqueça a Sua Bíblia’. O projeto consiste no esquecimento proposital, por parte dos membros da igreja, de 2 mil bíblias em vários pontos da cidade, como hospitais, padarias, hipermercados, lanchonetes, entre outros, com uma mensagem destinada a quem achá-las e informando que a pessoa pode ficar com a Bíblia”, explicou Arthur Fernandes.

“Começamos a campanha no domingo e já recebemos o testemunho de uma mulher que achou a Bíblia em cima do caixa eletrônico de um hipermercado e pegou o exemplar na expectativa de devolvê-lo no local de achados e perdidos. Então, ela deparou com a nossa mensagem e disse que foi um grande bálsamo, um grande alívio, pois estava passando por uma situação difícil, vivendo uma situação de angústia. Cremos que, assim, estamos colocando a Bíblia nas mãos das pessoas como fez a Reforma de Lutero”, afirmou.

A Igreja Presbiteriana do Calvário também fez um manifesto com três princípios: o compromisso da igreja de orar e respeitar as autoridades, com base no princípio de que toda autoridade vem de Deus; o combate à corrupção, colocando-se a favor de todas as medidas que venham a combatê-la, como a Operação Lava-Jato; e a defesa e sustentação da família. O manifesto, com 353 assinaturas, foi entregue ao prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), e o presidente da Câmara, Rodrigo Manga (DEM). “Cremos e apoiamos a ideologia de Gênesis, que ensina que Deus criou o homem e a mulher, macho e fêmea, e somos completamente contrários à ideologia de gênero nas escolas”, enfatizou o pastor, ao explicar um dos pontos do projeto.

A Igreja Presbiteriana instalou-se em Sorocaba em 1869, quando chegaram os primeiros missionários presbiterianos e suas famílias. “Os presbiterianos tiveram uma expressiva presença na implantação da Estrada de Ferro Sorocabana e se reuniu, nos primeiros tempos, na casa de Mateus Maylasky”, lembrou o pastor.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios