Tags

O servidor estadual Geraldo José de Arruda fez uso da Tribuna Popular na sessão ordinária desta terça-feira, 17, para falar da situação do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual).

O Iamspe, segundo seu representante, atende cerca de 1,3 milhão de servidores em todo o Estado. Na cidade de Sorocaba são 25 mil e, na região, que engloba mais de 60 municípios, são 109 mil servidores.

“Desde 2014, com o fim do atendimento aos servidores do Iamspe a na Santa Casa, ficamos sem atendimento médico-hospitalar na cidade e os pacientes são encaminhados para São Paulo, Santo André e São Bernardo. Há casos de servidores que morreram em hospitais de outras cidades e seus parentes tiveram que pagar o traslado do corpo”, afirmou. Segundo ele, o convênio com o Hospital Modelo amenizou o problema, mas muitos servidores ainda estão sendo enviados para atendimento em outros municípios.

Além da melhoria do atendimento médico para os filiados ao Iamspe em Sorocaba e Região, Geraldo de Arruda disse que os servidores estaduais também cobram um aumento da contribuição do Governo do Estado para o instituto. Hoje, o servidor paga 2%, mas o Governo do Estado não dá a mesma contrapartida. Os servidores também defendem a gestão paritária do instituto, que, hoje, é administrado apenas pela Casa Civil, sem a mesma participação dos servidores.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios