Tags

,

A vereadora Iara Bernardi (PT) classificou, durante participação por telefone no Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema 91,1 FM, nesta manhã de quarta-feira (11), que o projeto Escola Sem Partido, caso implantado, tratará os “alunos como tontos”.

 

Nesta terça-feira à noite aconteceu, na Câmara de Sorocaba, uma audiência pública convocada pela parlamentar para debater o Projeto de Lei de autoria do vereador Luis Santos (Pros). O PL, já em tramitação na Casa, aguarda parecer da Comissão de Justiça para seguir ao plenário.

Iara se coloca contra a implantação do programa nas escolas. “Nesse projeto os alunos são tratados como tontos. Eles não têm nada na cabeça. Seriam como um caixa bancário: colocam coisas e eles já saem com ideologia”, criticou. “Como podem cercear um professor quando for falar de Tiradentes, Proclamação da República, a Segunda Guerra Mundial? Muitas pessoas dizem que concordam com o a Escola Sem Partido. Mas não é um debate partidário, é debate político”, explicou. “Ele é absolutamente negativo para as escolas”, completou.

Além disso, a vereadora afirmou que o PL é inconstitucional e relatou que os dois vereadores que o apresentaram, sendo Santos e JP Miranda (PSDB) “sabem perfeitamente disso”. Iara citou que o ministro Luís Barroso do Supremo Tribunal Federal já julgou a inconstitucionalidade dele. Já no município, a Ordem dos Advogados do Brasil de Sorocaba se manifestou contrária, assim como o Conselho de Psicologia e Conselho Municipal de Educação.

Fonte: Jornal Ipanema

Anúncios