Tags

, ,

Repetindo o mesmo discurso de conciliação com que reassumiu o cargo na quinta-feira (5), o prefeito José Crespo (DEM) anunciou segunda-feira (9) a composição do seu secretariado.

A formação da equipe de governo resultou de conversas mantidas com lideranças, apoiadores e também de acordos políticos. Todos serão empossados e já começam a trabalhar nesta terça (10).
Crespo disse que o primeiro escalão apresentado durante entrevista coletiva no sexto andar do Paço consiste numa mescla de nomes que já estiveram em seu staff, antes de ter o mandato cassado, com outros que foram indicados pela vice, Jaqueline Coutinho (PTB), com quem firmou entendimento e aparou as rusgas. Chegou a mencionar que “aprendeu muito” com a crise e reiterou que pediu desculpas pelos excessos cometidos.

Sete dos 22 nomes que compuseram a gestão antes de o prefeito ser afastado não retornaram: Fábio de Castro Martins; Cíntia de Almeida; Rodrigo Moreno (que deverá se dedicar à sua banca de advocacia); José Augusto de Barros Pupin; Wilson Unterkircher e Mauricio Campanati, além do vereador tucano Anselmo Neto

A lista divulgada reflete o resultado dos entendimentos que, conforme o prefeito, “deram muito trabalho”. Marcelo Regalado foi nomeado para a Secretaria da Fazenda, em substituição a Fábio de Castro Martins que dará continuidade ao trabalho que desenvolvia no Saae. Regalado é marido da chefe de gabinete do vereador Irineu Toledo (PRB), Andreia Regalado. Os demais são: Ademir Watanabe, Saúde; Daniel Police, indicação do presidente da Câmara, Rodrigo Manga, que passa a ocupar a Secretaria de Abastecimento e Nutrição; Gustavo Barata, ex-corregedor geral que vai para a Secretaria de Assuntos Jurídicos; Suelei Gonçalves, sobrinha do deputado federal Jefferson Campos (PSD), que estará à frente da Secretaria da Cidadania; Eloy de Oliveira, Comunicação e Eventos; Fábio Pilão, Serviços e Obras; Werinton Kermes, Cultura; Robson Coivo, afilhado do vereador Luis Santos (Pros), Desenvolvimento Econômico; Marta Cassar, Educação; Simei Lamarca, Esportes; Eric Vieira, Gabinete Central; Alexandre Robim que acumulará provisoriamente a chefia do Gabinete e a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (esta pasta deverá ter o seu titular anunciado nos próximos dias); Alexandre Hugo de Morais, Igualdade e Assistência Social; Hudson Zuliani, Licitações e Contratos; Jessé Loures, Meio Ambiente; Luiz Carlos Siqueira Franchim, Mobilidade e Urbes; Luiz Alberto Fioravante, Planejamento; Ronald Pereira da Silva, Recursos Hídricos e Saae; Mário Bastos, Recursos Humanos; Marinho Marte, Relações Institucionais; Fernando Dini, Segurança Comunitária, que substitui José Augusto de Barros Pupin, e Lilian Crespo, Fundo Social de Solidariedade. Os nomes do segundo escalão serão anunciados até a próxima semana, segundo Crespo.

O prefeito também disse, durante o anúncio dos nomes, que alterações no secretariado poderão ocorrer ao longo do tempo.

Maratona

Pela manhã, Crespo manteve encontros em seu gabinete buscando definir a composição do secretariado. Sempre às portas fechadas e sem permitir a entrada da imprensa, ele iniciou a maratona de reuniões por volta das 7h com parte dos ex-secretários municipais, que foram nomeados por ele no início de seu governo.

A vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB) também participou de parte das reuniões. Entre os que estiveram reunidos com o prefeito pela manhã, o vereador Anselmo Neto (PSDB), e ex-secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas no governo Crespo, disse que o objetivo da reunião foi definir a nova equipe.

Estiveram lá, ainda, Fábio Pilão, que disse ter sido convidado a reassumir sua antiga pasta; Marta Cassar, que se colocou à disposição do prefeito; Cintia de Almeida (PMDB), que até então não sabia se iria continuar como vereadora ou se voltaria a assumir alguma secretaria; Simei Lamarca, Werinton Kermes; Marinho Marte, Alexandre Hugo de Morais (ex-secretário de Abastecimento); Eloy de Oliveira e Hudson Zuliani.

Além deles, alguns vereadores também estiveram reunidos com o prefeito: o presidente da Câmara Rodrigo Manga (DEM), os pastores Luis Santos (Pros) e Apolo (PSB), além dos deputados estadual Carlos Cezar da Silva (PSB) e federal Jefferson Campos (PSD), e o ex-prefeito e apoiador político de Crespo, Renato Amary, presidente do diretório do PMDB em Sorocaba.

Vice-prefeita prefere não falar com imprensa

A vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB) preferiu não falar com a imprensa na manhã de segunda (9), após ter participado de parte das reuniões de Crespo com ex-secretários e depois com o presidente da Câmara, Rodrigo Manga (DEM), no gabinete do prefeito. Ela também acompanhou, à tarde, o anúncio da equipe de secretários de Crespo.

Jaqueline chegou cedo ao Paço Municipal e cumpriu a agenda, com algumas reuniões já previamente marcadas para a data e deixou o gabinete dela, no 6º andar, pouco antes das 12h, acompanhada da ex-secretária de Comunicação e Eventos, Sandra Navarro, e do ex-secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, Kiko Pagliato.

Como já tinha feito na sexta-feira, quando passou o cargo ao prefeito Crespo, Jaqueline novamente preferiu não falar com a imprensa. Ela disse que pretende se pronunciar depois que o novo secretariado estivesse definido, o que aconteceu à tarde.

Jaqueline não participou do primeiro pronunciamento oficial de Crespo na sexta, pois, segundo o prefeito, ela tinha uma reunião em São Paulo, com os integrantes de seu partido. A vice atualmente é a presidente do PTB em Sorocaba. Na entrevista coletiva à imprensa, Crespo disse que Jaqueline deve ser ainda mais atuante nesta nova fase de seu governo do que foi na primeira, inclusive elogiando-a. Segundo o prefeito, ele e a vice estão reconciliados. “Então, neste ponto estamos numa relação absolutamente zerada. O que eu entendi como falhas minhas ela aceitou as minhas desculpas e isto desapareceu completamente”, disse Crespo na ocasião.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios