Tags

O presidente da Associação dos Diabéticos de Sorocaba – ADS, Osley Antonio Nunes, utilizou a Tribuna Popular da sessão ordinária desta terça-feira, 10, para prestação de contas referente aos atendimentos e apresentação da entidade, além de falar sobre o Dia Mundial do Diabetes – dia 14 de novembro; doença que acomete 7% da população mundial.

Para marcar a data, a associação, em parceria com a vereadora Iara Bernardi (PT), irá realizar no dia 7 de novembro uma audiência pública na Casa para debater os cuidados com a diabetes. No 14 de novembro a ADS irá desenvolver uma série de ações em evento na praça central.

Fundada em 1995 por um grupo de diabéticos e familiares, a entidade atende cerca de 7 mil pessoas ao ano oferecendo atendimento com nutricionista, assessoria jurídica, podólogo e psicólogo, além de oficias de apoio e do Clube das Mães.

Segundo Nunes, a falta de remédios na rede pública tem aumentando a demanda na ADS, que possuiu hoje uma despesa anual de R$ 84 mil, custeados exclusivamente através de mensalidades e doções, uma vez que não há convênio com o Poder Público. O presidente afirmou ainda que 40% da receita da associação é gasta com aluguel da sede. “Se não tivéssemos esse gasto, poderíamos estar desenvolvendo vários projetos frente à essa população que sofre com de diabetes”, afirmou.

E devido ao fim do tempo regimental, não houve votações da ordem do dia da 63ª sessão ordinária. Os projetos da pauta ficam remanescentes e retornam na próxima sessão, na terça-feira, 17.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios