Tags

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o transporte coletivo em Sorocaba, esteve reunida na manhã desta segunda-feira (18), na Câmara Municipal, determinando a data da primeira oitiva, prevista para o próximo dia 2 de outubro.

Serão convocados os senhores Paulo João Estausia (presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Sorocaba e Região) e Sérgio Pires Abreu (diretor de Transporte Urbano da Urbes).

Na reunião, os vereadores também definiram a visita a algumas cidades, que possuem um transporte coletivo com custos menores e sem subsídio, como por exemplo: São José dos Campos.

De acordo com o vereador Renan Santos (PCdoB), os trabalhos da comissão serão técnicos e terão como objetivo: “levantar todos os custos em planilha e buscar compreender o motivo pelo qual nossa cidade possui uma das tarifas mais caras do país e que também é subsidiada. Esperamos que com a conclusão das investigações, possamos apresentar uma proposta de redução no custo da tarifa atual, redução ou economia dos 70 milhões de reais que subsidiam, com dinheiro público, o transporte coletivo sorocabano e por fim, garantir um transporte com tarifa justa e de maior qualidade para a população”.

A CPI do Transporte Público Coletivo de Sorocaba é presidida pelo vereador Renan Santos (PCdoB), tem Hudson Pessini (PMDB) como relator e é composta pelas vereadoras e vereadores Fernanda Garcia (PSOL), Iara Bernardi (PT), Fausto Peres (Podemos), Francisco França (PT), Péricles Régis (PMDB), Silvano Junior (PV) e Vitão do Cachorrão (PMDB).

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios