Tags

, ,

O presidente da Câmara, Rodrigo Manga (DEM), informou que vai abrir procedimento para apurar a situação de servidores, comissionados ou não, que ocupam cargos para os quais se exige formação em nível superior, mas que poderiam ter apresentado diplomas irregulares ou falsos.
A informação foi dada em resposta à possibilidade de o Ministério Público instaurar inquérito para apurar a autenticidade dos diplomas da Câmara. Representação nesse sentido, ao qual a coluna teve acesso, foi protocolada na manhã desta quarta (13) no MP pelo advogado Anselmo Bastos e deverá ser distribuída ainda hoje ao promotor Orlando Bastos Filho.

Comentando a iniciativa, Manga disse que a Câmara estará à disposição do MP, caso este conclua que deve instaurar o inquérito. Se comprovada alguma irregularidade, continuou o presidente da Câmara, o envolvido será exonerado imediatamente e o caso encaminhado à polícia e ao próprio MP.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios