Tags

O coordenador técnico da Ordem dos Músicos do Brasil, o violinista Ademir Amorim, usou a tribuna da Câmara Municipal de Sorocaba durante a sessão ordinária desta terça-feira, quando discorreu sobre a situação dos músicos no país.

Segundo ele, calcula-se que, em todo o Brasil, existem cerca de 8 milhões de músicos, dos quais 2,5 milhões vivem em situação de penúria, praticando duras jornadas de trabalho, sendo que somente uma minoria tem registro em carteira de trabalho.

O violinista defendeu a Ordem dos Músicos do Brasil, lembrando que a entidade foi instituída durante o governo do presidente Juscelino Kubitschek, com o objetivo de defender os direitos dos músicos. Destacou que o atual presidente da Ordem dos Músicos do Brasil, Gerson Ferreira Tajes, vem adotando medidas saneadoras na entidade, determinando a abertura de auditorias em todas as suas sedes no país.

Ademir Amorim lembrou, ainda, do apoio da Câmara Municipal para a criação da Orquestra Sinfônica de Sorocaba, em 1986, da qual foi um dos artífices e enfatizou o papel da música no campo educativo e até de saúde. Por fim, enfatizou que a Ordem dos Músicos do Brasil está à disposição dos instrumentistas e vocalistas de Sorocaba. O músico, de 67 anos, que fez um discurso emocionado em defesa de sua profissão, mereceu aplausos dos vereadores.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios