Tags

,

Os movimentos sociais LGBT da cidade, por meio da Comissão da Diversidade e de Gênero da 24ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil e da Associação Transgênero de Sorocaba – ATS, se reuniram na quarta-feira passada com a secretária da Igualdade e Assistência Social de Sorocaba, Cíntia de Almeida, e com a Coordenadora da Diversidade, Ana Miragaia.

Na ocasião, foi protocolado um requerimento, com 24 propostas, sendo que o grupo prometeu cobrar que pelo menos três delas sejam executadas. Os participantes também solicitaram informações sobre planos e projetos da coordenadoria com relação a políticas públicas voltadas aos direitos LGBT.

Os movimentos sociais aproveitaram para cobrar mais diálogo e ações. Thara Wells, coordenadora geral da ATS, disse que as ações devem ser para ontem e que o movimento tem anseios diante do atraso da realização de políticas públicas.

Todos chegaram ao consenso da importância da criação do Conselho Municipal LGBT. Conforme a coordenadora geral da ATS, Cíntia de Almeida se comprometeu a fazer pessoalmente a articulação e apoio para que o Projeto de Lei Municipal 174/2017 que cria o Conselho, seja colocado em pauta na Câmara Municipal.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios