Tags

,

O advogado da vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB), Márcio Rogério Dias, anexará um vídeo em que mostra o descumprimento do mandado de segurança, por parte do prefeito José Crespo (DEM), quanto ao uso do gabinete da vice. A situação se deu nesta quinta-feira (10), entre outros fatos ocorridos ao longo da semana, que estarão na peça processual.

Um vídeo, recebido em primeira mão pelo Portal Jornal Ipanema, mostra que um Guarda Civil Municipal à paisana, Raphael Pironi, ocupa a sala de Jaqueline, supostamente a mando de Crespo.

Na gravação, Jaqueline relata ao GCM que está tendo sua intimidade e o exercício de seu mandato “violados e constrangidos”. Perante outras pessoas, ela pede que Pironi se retire.

Por sua vez, o guarda relata que irá “consultar seu chefe” e que está “no meio de seu serviço”. Alegando que seu laptop está com “problemas”, ele afirma não poder sair da sala. A vice, por sua vez, sugere que ele grave os arquivos no pendrive.

O GCM se instalou no gabinete da vice nesta quinta. O advogado informou que pedirá à desembargadora Isabel Cogan, a mesma que concedeu a liminar para Jaqueline voltar a ocupar sua sala, que apure eventual crime de desobediência por parte do prefeito, bem como seja arbitrada pena pecuniária diária pelo descumprimento da ordem judicial.

NOTA OFICIAL

Por meio de nota, a Secretaria de Comunicação e Eventos informou que “não há nenhum guarda municipal em atividade trabalhando no gabinete da vice-prefeita. O prefeito José Crespo liberou um assessor qualificado para ajudar Jaqueline Coutinho nas suas tarefas. O assessor designado pelo prefeito para atender a vice passou a desempenhar a função nesta quinta-feira (10).

De acordo com a súmula de trabalho, o assessor deve prestar assessoramento direto à chefia para o desenvolvimento das suas funções e fazer o acompanhamento técnico da ação programática da administração municipal, ajudar no gerenciamento de dados e informações técnicas relativas ao controle da execução das políticas públicas municipais e das metas e objetivos a serem alcançados e prestar outras atividades típicas de assessoramento superior”.

Fonte: Jornal Ipanema

Anúncios