Tags

A Coordenação Municipal de Saúde Mental acompanhou mais quatro altas de moradores do Hospital Vera Cruz que passaram a viver em residências terapêuticas desde a tarde desta quarta-feira (09). Dois pacientes foram para Guareí, um foi para Franco da Rocha e um ficou em Sorocaba, mudando-se para uma RT localizada na região do Cerrado.

Com essas altas, permanecem no hospital 216 moradores, sendo 95 considerados sorocabanos. Além das pessoas que sabidamente eram residentes na cidade, essa classificação foi concedida a pacientes que não possuem mais vínculos familiares em nenhuma localidade ou condições de retorno às cidades de origem e, por isso, ficarão em vagas solidárias em Sorocaba.

As altas dos pacientes têm ocorrido praticamente toda semana e fazem parte do processo de desinstitucionalização da Saúde Mental na região de Sorocaba, um compromisso público firmado por meio de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado entre municípios, Ministério Público, Secretarias Municipais e Estadual da Saúde e Ministério da Saúde. Em Sorocaba, esse processo já resultou na desocupação e fechamento de hospitais psiquiátricos e na transferência de moradores para o Polo de Desinstitucionalização Vera Cruz.

A atual coordenação da Saúde Mental da Prefeitura de Sorocaba tem atuado diretamente no processo ajudando a localizar a origem dos pacientes, fazendo contato com familiares e os municípios identificados. A equipe da coordenação também auxilia os gestores das cidades contatadas para que possam tomar as providências necessárias, como abertura de residências terapêuticas e centros de atendimento psicossocial (Caps) para providenciar a alta e a transferência dos pacientes.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios