Tags

Representantes de vinte e duas, das vinte e sete cidades da Região Metropolitana de Sorocaba atenderam nesta quarta-feira (09) ao convite da Secretaria de Igualdade e Assistência Social e da Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas da Prefeitura de Sorocaba para debater a instalação de um protocolo de ações para a assistência das pessoas em situação de rua destes municípios.

Além de Secretários e vereadores, entidades que atuam neste segmento, como a Mancha Verde, e o Padre Arari dos Santos, o Padre Kojak, representando Dom Júlio Endi Akamine, Arcebispo de Sorocaba, participaram do encontro. Ao todo, o auditório da Secretaria de Igualdade recebeu aproximadamente quatrocentas pessoas para o evento.

A Secretária de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Valinhos, Dulce Maria de Paula Souza, uma das elaboradoras do protocolo de atenção e assistência social implementado na Região Metropolitana de Campinas, esteve no encontro e destacou aspectos que julga essenciais para o sucesso do projeto das cidades do entorno de Sorocaba.

“É preciso que os municípios tenham a compreensão de que os aspectos locais de cada uma das cidades sejam observados e respeitados, só assim uma ação ou projeto macrorregional terá êxito. Devemos buscar avançar na avaliação das condições que levam as pessoas para as ruas”, destacou a especialista.

Hilton Monteiro, Assessor Especial da Secretaria de Relações Institucionais, um dos organizadores e apresentadores do evento, pontuou que ações e políticas públicas devem nortear o desenvolvimento conjunto de políticas públicas nas vinte e sete cidades da Região Metropolitana de Sorocaba. Representantes da Secretaria de Igualdade e Assistência Social da Prefeitura de Sorocaba, associaram o aumento do número de pessoas que transitam pelas ruas da região à crise nacional que fechou milhares de postos de trabalho em todo o Brasil e à eficiência da política de atenção dos municípios que mais estão recebendo pessoas em situação de rua.

Protocolo de Campinas é referência para Sorocaba

As cidades da Região Metropolitana de Sorocaba iniciaram os estudos do Protocolo de Atenção às Pessoas em Situação de Rua da Região Metropolitana de Campinas, que é composta por vinte municípios e tem características semelhantes às encontradas nas vinte e sete cidades da nossa região. Foi justamente o protocolo aplicado em Campinas e adjacências que foi apresentado no encontro de hoje e que deve servir de base para Sorocaba. Foi formada uma Câmara Temática de Assistência Social entre os membros da Região Metropolitana que dará origem a um Grupo de Trabalho para compor o protocolo local.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios