Tags

Está em estágio avançado de implantação a nova unidade que abrigará a central de emergências de Sorocaba, no bairro do Éden. Uma vistoria técnica foi realizada no local na manhã desta quinta-feira (13) pela assistente técnica de gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, Maria Cecília Damasceno, e pelo secretário da Saúde de Sorocaba, Rodrigo Moreno.

A unidade será a pioneira do estado a funcionar de maneira integrada com o Samu-192 e o Resgate do Corpo de Bombeiros (193).

A unificação dos serviços faz parte dos requisitos para Sorocaba passar a integrar a rede do Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), conforme parceria entre Estado e Município anunciada no primeiro trimestre deste ano. O Grau é o nível mais especializado de atendimento móvel, considerado a tropa de elite do atendimento móvel, com serviços terrestres e aéreos. A primeira equipe do Grau chegará à cidade com 10 médicos e 11 enfermeiros e dará o suporte especializado principalmente aos casos de trauma e acidentes graves.

Posteriormente, Sorocaba também terá atendimentos do grupamento aéreo para as urgências e emergências. O início desse serviço não tem data prevista, já que depende de profissionais e treinamentos muito específicos, mas, em um primeiro momento, o suporte aéreo será feito pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar. Posteriormente, existe o compromisso de atender à Região Metropolitana de Sorocaba com uma aeronave própria do Grau, um helicóptero ambulância fixo para Sorocaba e região.

Maria Cecília Damasceno, assistente técnica de gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, considerou que a implantação da nova central, está adiantada e de acordo com as especificações do serviço. Conforme o médico Paulo Sampaio, coordenador do Samu, a estrutura física está praticamente concluída e o mobiliário sendo instalado, sendo a próxima etapa esperada a parte de instalações de fibra ótica e telefonia.

Com a nova central será possível atender mais rápido e evitar duplicidades no atendimento de ocorrências. “Esta unificação representa, além de um avanço importante para os atendimentos, um ganho para os profissionais que atuam no Samu e no Resgate, que contarão com uma estrutura mais ampla e equipada”, comentou o secretário da Saúde de Sorocaba. Também participaram da visita técnica na futura central de emergências o tenente-coronel Miguel Ângelo de Campos, o capitão Roberto Elias, o capitão Ivam Luiz Godinho e o major Franco, todos do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Sorocaba e Região.

Suporte completo

O Sistema de Resgate a Acidentados contempla vários serviços e, conforme a assessora do Estado, Maria Cecília Damasceno, pelo perfil da demanda e pela importância que tem, Sorocaba está avançando para se igualar às regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas e São José dos Campos, que possuem todos os tipos de serviços, incluindo a aeronave própria do Grau. Com a criação da equipe terrestre e o uso do helicóptero da PM, Sorocaba estará no mesmo nível do sistema que as regiões de São José do Rio Preto, Presidente Prudente e Ribeirão Preto.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios