Tags

A Secretaria da Saúde de Sorocaba finalizou e divulgou nesta quarta-feira (12) a segunda edição do Informativo Municipal de Vigilância em Saúde (Imvisa).

O documento é emitido trimestralmente para registrar e tornar ainda mais públicas as gestões da área de Vigilância e oficializar o banco de dados das doenças que são monitoradas na cidade, bem como das atividades realizadas.

As edições do Imvisa são enviadas para todos os serviços de saúde de Sorocaba, tanto públicos quanto privados e consolidam-se como mais uma ferramenta de comunicação e padronização de informações emitidas pela gestão municipal da saúde.

Alguns dos destaques da segunda edição estão relacionados à preparação da rede municipal para um possível avanço da Leishmaniose Visceral e para prevenção e controle da Sífilis Congênita, doença que vem apresentando maior incidência desde o ano passado em Sorocaba. Visando ao controle da Sífilis, por exemplo, o informativo elenca as ações que estão sendo articuladas pelo Programa Municipal de DSTs/Aids e envolvem outros setores da saúde municipal.

Entre essas ações está a oferta de sorologia de sífilis no primeiro e no terceiro trimestre de gestação e a mudança da realização do exame que antes era feito em laboratório contratado e, desde o segundo trimestre deste ano passou a ser realizado no Laboratório Municipal de Saúde Pública, recentemente reativado. Com essa mudança, outras medidas podem ser implementadas a partir da comunicação imediata dos resultados positivos à Vigilância Epidemiológica e ao Programa Municipal, agilizando a comunicação ao paciente, início do tratamento e o acompanhamento.

Quanto ao trabalho desenvolvido pela Vigilância Sanitária, o documento informa sobre a competência da divisão na fiscalização de serviços de alta complexidade e o fato da Visa ter concluído a sequência das primeiras inspeções em todos os hospitais da cidade, finalizada nos meses de maio e junho na Santa Casa de Misericórdia. A Divisão de Zoonoses está presente no informativo com um resumo das principais atividades realizadas e dados como a realização de 110.560 vistorias em imóveis de abril a junho deste ano para prevenção e controle das arboviroses, que são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Além de divulgado para os segmentos da saúde, o Imvisa pode ser consultado no site da prefeitura de Sorocaba (sorocaba.sp.gov.br). “É um meio de socialização de informações para profissionais de saúde e para a população de maneira transparente, segura e confiável com dados oficiais”, comentou a enfermeira Solange Maria Leite Ismerim, gestora da Vigilância em Saúde de Sorocaba.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios