Tags

,

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), divulgou na tarde de ontem nota em que procura negar a informação veiculada por esta coluna na edição de ontem, segundo a qual o prefeito José Crespo (DEM) realizou reunião de emergência com secretários mais próximos e com o líder do governo no Legislativo, Fernando Dini (PMDB), no início da noite de sexta-feira, para discutir a notificação do Ministério Público (MP) dando prazo de dez dias ao Legislativo para que fosse votado o afastamento do prefeito.

A informação sobre a reunião de emergência foi confirmada ao Cruzeiro do Sul por três fontes, uma delas participante do encontro. Em sua nota, a Secom contesta: “Ao contrário do que afirma saber a coluna Informação Livre publicada pelo Jornal Cruzeiro do Sul deste sábado (8), o prefeito José Crespo não fez uma reunião de emergência com um grupo de secretários, pois estava em compromisso fora de Sorocaba. E o secretário de Assuntos Jurídicos e Patrimoniais, Eric Vieira, estava em São Paulo” (esta coluna não citou a presença de Eric, e sim da cúpula da secretaria jurídica).

Entretanto, a Prefeitura se recusou a fornecer detalhes que poderiam corroborar sua versão. Diante da nota oficial, o Cruzeiro questionou a Secom, às 15h27 de ontem, por e-mail, com as seguintes perguntas: “A que horas ele (o prefeito) saiu da cidade? A que horas retornou? Onde foi? Com quem se encontrou? Que assuntos foi tratar fora da cidade? A Secom atesta que o prefeito não esteve na Prefeitura no dia de ontem (sexta-feira), 7 de julho? O prefeito não se reuniu com Anselmo Neto, Fernando Dini e secretários no dia de ontem? O prefeito não esteve na Prefeitura no final da tarde de ontem?”

Por volta das 16h30, um dos assessores de plantão entrou em contato com a Redação, por telefone, para informar que o prefeito não iria responder aos questionamentos. Isso porque, segundo a assessoria, Crespo cumprira agenda não oficial fora da cidade na sexta, não cabendo portando informar do que se tratava.

O Cruzeiro do Sul reafirma que duas fontes confirmaram a realização da reunião emergencial com o prefeito no final da tarde de sexta-feira, sendo que uma delas participou do encontro. Uma terceira fonte, ouvida por esta coluna na tarde de ontem, não só confirmou a reunião como forneceu mais detalhes. Ela estava na Câmara com o líder do governo, Fernando Dini (PMDB), quando este foi chamado às pressas na Prefeitura, por volta das 17h, para o encontro com o prefeito.

Contas aprovadas

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) emitiu parecer favorável à aprovação das contas do ex-prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB), referentes ao exercício de 2015. Não houve ressalvas ou alertas, segundo a decisão, ocorrida na sessão da última terça-feira, no plenário do órgão.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios