Tags

O Dia Municipal do Coletor Escolar, que busca valorizar os motoristas que atuam no transporte de alunos, desde a pré-escola à universidade, foi comemorado em sessão solene na Câmara Municipal de Sorocaba, na noite de quinta-feira, 6, com homenagens aos profissionais da área.


A iniciativa da homenagem foi do vereador Rodrigo Manga (DEM), presidente da Casa, que também é o autor da Lei 11.321, de 16 de maio de 2016, que introduziu a data no calendário oficial do município, a ser comemorada anualmente no dia 1º de julho.

Além do autor da homenagem, a mesa de honra da solenidade foi composta pelas seguintes autoridades: deputado federal Missionário José Olímpio (DEM-SP), deputado estadual Rodrigo Moraes (DEM); Priscila La Veja, representando o deputado estadual André Soares (DEM); William Martins, presidente da Associação do Transporte Escolar de Sorocaba e Região; Walter Rodrigues Vieira (PV), vereador de Iperó; e Jan Ricardi Glacer (DEM), vereador de Tapiraí.

O evento – transmitido ao vivo pela TV Câmara – contou com apresentações musicais de Auro Camargo (teclado e voz).

“Em que pese o professor ser a figura essencial da escola, diretamente responsável pela formação do aluno, outros funcionários também desempenham papeis importantes, como a merendeira, o zelador, o porteiro, que participam da educação da criança e contribuem para sua socialização.

É o caso também dos condutores do transporte escolar, que, além de motoristas, são, de certo modo, educadores.

Eles convivem diariamente com as crianças no trajeto entre a casa e a escola e, nesse percurso, dispõem da autoridade delegada por pais e professores para bem conduzir o aluno, com responsabilidade, zelo e carinho”, afirmou Manga em seu discurso.

O deputado estadual Rodrigo Moraes elogiou a iniciativa do presidente da Câmara de Sorocaba por realizar a homenagem aos condutores escolares, que, no seu entender, são fundamentais para a segurança dos alunos, inclusive no sentido de ajudar a protegê-los do mundo das drogas: “O presidente da Câmara de Sorocaba tem trabalhado muito bem em Sorocaba essa questão das drogas, que têm contaminado a sociedade.

E o condutor escolar, ao levar a criança da casa para a escola e da escola para casa, traz um grande alívio para os pais” – salientou o parlamentar.

O Missionário José Olímpio lembrou que também foi autor do projeto de lei que homenageou os condutores escolares na capital paulista e enfatizou o papel desses profissionais no transporte seguro dos alunos.

Em Sorocaba, existem, atualmente, 650 vans atuando no transporte escolar, que são responsáveis pela condução diária de cerca de 39 mil alunos, desde crianças da pré-escola até estudantes universitários.

A Asteser (Associação do Transporte Escolar de Sorocaba e Região) conta com cerca de 250 associados. “A entidade desempenha um papel crucial na orientação de seus filiados bem como na defesa de seus interesses”, observou Manga, lembrando que o próprio Código de Trânsito Brasileiro considera o condutor escolar como um motorista especial e exige carteira de motorista da categoria D para o exercício da atividade, independentemente do tamanho do veículo.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios