Tags

Na próxima semana, nos dias 10, 13 e 14 de julho, das 9h às 11h e das 15h às 16h, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Urbes – Trânsito e Transportes, realizará capacitações do Programa de Trânsito “Faixa Viva” no Salão de Vidro do andar térreo do Paço Municipal, no Alto da Boa Vista.

O treinamento envolverá em torno de 330 pessoas e é uma das estratégias visando à mudança de comportamento da população em relação ao pedestre.

Promovido pela equipe da Educação para o Trânsito da Urbes, a capacitação visa educar as pessoas para que adotem novas posturas no trânsito e o pedestre seja priorizado em sua travessia, garantindo a sua segurança e evitando atropelamento nas vias da cidade, além de promover o respeito e a cidadania entre todos.

O programa atende a lei municipal nº 10.446/2013, de autoria do prefeito José Crespo, na época vereador, que instituiu o Programa de Trânsito “Faixa Viva”. Além disso, garante o cumprimento do artigo 70 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – Lei federal nº 9.503 de 23/09/97 -, que assegura aos pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim a prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica.

O grande desafio da Urbes é promover a mudança de comportamento dos sorocabanos, como, por exemplo, dar a prioridade ao pedestre parando com seu veículo com segurança sem provocar acidentes. Os pedestres devem sempre atravessar nas faixas de segurança destinadas a eles. Já os motoristas devem respeitar os que estão a pé e parar os veículos ao identificar pessoas prestes a utilizar a faixa específica para travessia. A ideia é fazer com que o condutor respeite todos os tipos de faixa de pedestre existentes em Sorocaba.

Nesta primeira etapa, a capacitação envolverá funcionários públicos de todas as secretarias municipais, incluindo Urbes, Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e Funserv (Fundação da Seguridade Social dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba), Câmara de Sorocaba, além de Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Senai, Sesi, Senac, Sesc, Sebrae, Sest Senat, Conselho Municipal de Trânsito (Comutran), sindicatos, entidades, autoescolas e empresas de ônibus.

Sobre o treinamento

Durante a capacitação, a Urbes vai abordar a fragilidade do pedestre e a necessidade do respeito de outros modais. De acordo com o Setor de Estatística da Urbes, em 2015 foram computados 298 atropelamentos em Sorocaba, com 325 vítimas, sendo 11 fatais. Em 2016, ocorreram 244 atropelamentos, com 251 vítimas, sendo 10 fatais. Já em 2017, de janeiro a março, foram 56 atropelamentos, com 63 vítimas, sendo 4 fatais.

Na palestra, a Urbes também vai abordar a importância da comunicação entre os usuários da via, como, por exemplo, a sinalização que uma pessoa deve fazer para mostrar a sua intenção de atravessar a via e assim garantir a sua segurança.

A ideia é educar a todos. O pedestre deve obedecer à sinalização de trânsito específica e somente andar na faixa própria. No semáforo, ele deve esperar até que o sinal feche para os carros. Para a travessia em faixa sem semáforo, o pedestre, ainda na calçada, deve estender o braço com a palma da mão, e só atravessar quando os carros pararem. Já os motoristas devem reduzir a velocidade do veículo ao avistarem uma faixa de pedestre e, quando houver um pedestre indicando querer atravessar, parar o veículo para que ele atravesse com tranquilidade e segurança.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios