Tags

Com o objetivo de preservar as suas condições de operação e garantir a eficiência da unidade, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba realizou nesta terça-feira (04) a limpeza do tanque de equalização da ETE S-1, a maior Estação de Tratamento de Esgoto da cidade.

A limpeza consistiu na retirada do lodo e areia acumulados no tanque, que possui capacidade para 42 mil litros e tem como função acondicionar o excesso do material gerado no processo de tratamento do esgoto.

Caso a remoção desse excesso de lodo não seja realizada, equipamentos vitais da estação, como tubulações, centrífugas e bombas, sofreriam sérios danos, que comprometeriam as operações da unidade, visto que o excesso desse material se transforma em abrasivo dentro do sistema, pois é composto, basicamente, por areia.

A operação de limpeza, considerada complexa, mobilizou servidores da autarquia devidamente treinados e preparados para esse tipo de operação, principalmente no quesito segurança. O trabalho foi desenvolvido durante todo o dia, sendo concluído no final da tarde.

Ao todo foram retiradas do tanque 40 toneladas de lodo e areia, com o auxílio de caminhões, máquina retroescavadeira, caçambas e um grande guindaste com capacidade de 30 toneladas. Os resíduos foram destinados ao aterro sanitário. Essa limpeza precisa ser executada pelo menos duas vezes por ano.

1,5 bilhão de litros

Localizada no final da avenida Dom Aguirre, a ETE S-1 é responsável pelo processamento de 44% de toda a água residual produzida no município. Sua vazão atual é de 600 litros por segundo, tratando uma carga de 52 milhões de litros de esgoto por dia e 1,5 bilhão de litros por mês.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios