Tags

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) e Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), realizou na manhã desta segunda-feira (3), o Fórum de Desenvolvimento do Turismo na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

O evento teve como objetivo, organizar a instância de governança do turismo na RMS, além de discutir as formas de integração entre os municípios que a compõe.

O prefeito de Sorocaba deu boas-vindas aos presentes na abertura do encontro. Além de autoridades municipais, secretários e representantes do Legislativo, também participou do fórum o presidente da Associação Brasileira dos Municípios de Interesse Turístico, Jarbas Favoretto.

O evento contou ainda, com a parceira da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, Senac São Paulo, Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) Campus Sorocaba e do Observatório do Turismo na Região Metropolitana.
Foram debatidos o funcionamento da RMS, além da importância da integração entre os 27 municípios que compõe a região, com base no Plano de Trabalho de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI), utilizado como instrumento de planejamento que estabelece diretrizes, projetos e ações, visando orientar o desenvolvimento urbano e regional.

O vice-presidente da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), José Tadeu de Resende, parabenizou aos idealizadores pela iniciativa do evento e destacou as características do turismo regional. “Cada município tem seu foco, porém os pontos turísticos devem ser regionalizados”, completa.

Já o presidente da Associação Brasileira dos Municípios de Interesse Público, Jarbas Favoretto, além de reforçar a questão da regionalização, colocou em pauta a importância do Conselho Municipal de Turismo. “Todas as regiões deveriam aderir ao conselho e esse fórum é um grande passo para a mobilização das cidades que compõe a Região Metropolitana”, afirma.

O encerramento do evento foi realizado pelo Secretario Estadual de Turismo, Laercio Benko, que falou sobre a importância da Lei 1.261/2015, que trata sobre os municípios de interesse turístico.

Ele ainda ressaltou a importância da atividade turística para o capitalismo. “Os profissionais que atuam na área devem saber transformar o turismo na versão mais bem acabada do capitalismo”, declarou Benko.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios