Tags

Há doenças humanas que também podem ser encontradas no mundo animal, diabete é uma delas. A Mel é um mandril fêmea de 30 anos de idade, diabética e moradora do Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”.

A primeira ingestão de insulina recebida pela Mel, foi em 2007, quando ela sofreu uma crise hiperglicêmica, precisou passar por exames laboratoriais e foi diagnosticada com diabete. Desde então, ela faz o tratamento regularmente, duas vezes ao dia ela recebe a injeção de insulina e periodicamente faz os exames laboratoriais.

A veterinária do Zoo de Sorocaba, Paolla Franco, explicou que com o tratamento, a Mel está muito bem de saúde, brinca e tem atividades normais. Como já está acostumada, nos momentos de receber a aplicação da insulina, ela se posiciona perto da grade e calmamente recebe o tratamento. Como forma de recompensa, ganha guloseimas, com um pouco de alimentos que já fazem parte de sua refeição diária, como verduras e frutas empanadas em ração em pó.

Fonte: Agência de Sorocaba de Notícias

Anúncios