Tags

Sorocaba aderiu à estratégia de ampliação dos procedimentos cirúrgicos eletivos lançada pelo Ministério da Saúde e sediará um mutirão de cirurgias a partir deste mês de julho. Ao todo, serão realizados 810 procedimentos de vesícula, retirada de útero e hérnia.

Os atendimentos ocorrerão na Santa Casa de Sorocaba, com capacidade de 135 cirurgias mensais e prazo de seis meses para conclusão, até dezembro.

O mutirão atenderá pacientes da cidade e da região, conforme regulação do Estado, por meio do Departamento Regional de Saúde (DRS-16). A distribuição das vagas será proporcional à população e a expectativa é de que até 25% dos atendimentos sejam para sorocabanos. Os recursos federais serão destinados a Sorocaba, por meio do Fundo Municipal de Saúde para custeio dos procedimentos. O agendamento das cirurgias será feito além da rotina cirúrgica da Santa Casa, com os profissionais do próprio hospital que receberão por procedimento.

A realização do mutirão foi viabilizada pela portaria nº 1.294, do Ministério da Saúde que define a estratégia de ampliação do acesso aos procedimentos cirúrgicos no âmbito do SUS para o exercício de 2017. A portaria é de 25 de maio deste ano e a partir dela foram destinados R$ 54,2 milhões de recursos para cirurgias no Estado de São Paulo. Através do DRS-16, Sorocaba foi contemplada com R$ 1.139.772,89 para atendimento da cidade e da região e fez a adesão ao programa selecionando os procedimentos que podem ser feitos na Santa Casa local.

Pelo documento que oficializou a adesão, serão realizadas 240 cirurgias de vesícula, 210 de retirada de útero e 360 cirurgias de hérnia. Os pacientes que aguardam esses tipos de procedimentos serão contatados já a partir das próximas semanas pela central de regulação do estado.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios